Menu
Inicio A WH testou #aWHtestou.”Descobri os benefícios de praticar Pilates com máquinas”

#aWHtestou.”Descobri os benefícios de praticar Pilates com máquinas”

Fui experimentar uma aula de Pilates com máquinas no Health Club Holmes Place Sotto Mayor, em Lisboa. Este foi o resultado.

* Na rubrica #aWHTestou, a redação Women’s Health atreve-se a experimentar novidades que chegam ao mercado e a contar a sua experiência na primeira pessoa.

Existe um mito generalizado de que o Pilates, tal como o Yoga, é uma modalidade que requer menos esforço e que não está indicada para pessoas que não conseguem estar quietas. Praticar Pilates e fazer também musculação, para algumas pessoas, pode não fazer sentido. Isso pode dever-se ao facto desta modalidade não ser tão explorada cá como é lá fora e, também, pela ideia enraizada de que só os exercícios que fazem transpirar é que dão algum resultado.

Apesar de já saber que não ia ser tarefa fácil, a aula de Pilates com máquinas que fui experimentar, surpreendeu-me pela sua riqueza e complexidade. Uma das primeiras coisas que a instrutora Ana Custódio me disse foi: “Eu tenho alunos que fazem hipertrofia e treinam para concursos de musculação, por isso, trabalho com eles suporte a nível de core e de costas para consigam levantar a carga pretendia. Aliás, o próprio Cristiano Ronaldo faz Pilates”. Ou seja, pessoas que fazem treinos de musculação podem e devem fazer Pilates, até porque não existem contraindicações e qualquer pessoa pode fazer.

Mas qual é a diferença entre este tipo de Pilates e o tradicional?

“O Pilates tradicional é feito simplesmente com o peso do corpo. O que acontece com as máquinas é que conseguimos potenciar o exercício, pois sendo de um para um acaba por ser mais específico para a pessoa”, diz-nos Ana Custódio. E, de facto, quando estava a fazer os exercícios nas máquinas, consegui comprovar tudo o que me estava a ser transmitido. Ao fazer os abdominais na Reformer (uma das principais máquinas da modalidade) senti uma maior facilidade e uma dor localizada nos abdominais.

Para mim foi muito mais fácil e as dores que, às vezes, sinto nos ombros ou nas costas ao fazer este exercício, não existiram. Até pensei a dada altura se o exercício iria dar algum resultado, o que, depois, veio a verificar-se no dia seguinte com a típica dor no abdominal.

Ana Custódio confirmou o que eu estava a pensar, quando me disse que “a máquina faz com que o exercício seja mais direcionado, acaba até a facilitar o movimento, não quer dizer que não estejamos a trabalhar ainda mais, não temos é tantas compensações ou tantas batotas no movimento”.

Por outras palavras, não há como errar no exercício e esta é uma das principais vantagens desta modalidade. Os resultados aparecem mais rápido, porque estamos a fazer de forma correta todos os exercícios.

Os benefícios

Todos os exercícios nas máquinas respeitam o movimento natural do corpo – é quase como se fosse intuitivo. Os benefícios desta modalidade são vários e quase que não dão para enumerar.

“No Pilates, nós trabalhamos desde a recuperação de lesão até ao alto rendimento, costumamos dizer que trabalhamos de dentro para fora”, explica Ana Custódio.

O interessante é que todos os músculos são trabalhados sem exceção (cada máquina está equipada com um conjunto de molas com diferentes níveis de tensão).

“Trabalhamos muito a partir do alinhamento, começamos por ativar toda a estrutura interna e estabilizadores, seja da coluna ou das articulações, e a partir daí, potenciamos todo o movimento do corpo”, diz a especialista.

Informações úteis

Quais são os Clubes do Holmes Place com Pilates de grandes equipamentos?

Os clubes, atualmente, totalmente equipados para a prática de Pilates de grandes equipamentos são o Palácio SottoMayor, em Lisboa, Cascais, Miraflores, Alvalade, Defensores de Chaves e Boavista.

Não sócios podem frequentar apenas estas aulas?

Não, mas dependendo do Clube poderá comprar um pack de aulas. (Contacte o Clube de preferência para informações mais detalhadas).

Como é feita a inscrição na aula?

Pode ser requerido uma experiência do serviço através da receção do Clube ou diretamente com uma das instrutoras de Pilates.

O acompanhamento personalizado com personal trainer é obrigatório? Se sim, é necessário pagar só ao PT ou ao PT juntamente com o valor de aula?

Devido à complexidade dos movimentos e à necessidade de feedback constante este serviço é feito com acompanhamento de um(a) instrutor(a). Podendo ser em treino personalizado de 1 para 1 ou em pequenos grupos, havendo um valor extra associado a este serviço.

Podem fazer apenas 1 aula por mês ou existem mínimos?

Pode. No entanto é recomendado que o estímulo associado à prática de Pilates seja mais regular para melhores resultados.

Qual é o valor da aula?

Varia entre os 45€ e os 59€.

 

Vanessa Pina Santos é jornalista da Women’s Health, pratica yoga, é uma amante das modalidades mais holísticas e, desde março deste ano, está a descobrir-se no mundo do ginásio.

Brand Story