Menu
Inicio Living Cientistas descobrem a cor mais antiga do mundo

Cientistas descobrem a cor mais antiga do mundo

E é cheia de girl power!

mais antiga
mais antiga

A Ciência descobriu a cor com mais anos de existência. De acordo com um estudo recente, o tom da pastilha elástica, dos flamingos e do algodão doce – rosa forteé a tonalidade mais antiga do mundo.

Estes pigmentos cor-de-rosa, com mais de mil milhões de anos, foram identificados numa série de rochas, agora descobertas no deserto do Sahara, na África Ocidental. De acordo com os investigadores, estes tons rosa são 500 milhões de anos mais antigos do que a segunda cor mais antiga do mundo.

Este cor-de-rosa, agora o tom com o registo mais antigo nos arquivos geológicos, foi produzido por organismos oceânicos antigos: “Os tons cor-de-rosa são de fósseis moleculares, produzidos por organismos antigos que habitavam um oceano que já não existe”, explica o Dr. Nur Gueneli, autora a descoberta, num comunicado oficial da Australia National University.

Para identificar o tom, a equipa de pesquisa precisou de destruir um conjunto de rochas antigas, até estas estarem em pó. Depois deste processo, as moléculas dos organismos que integravam cada uma delas foram extraídos e analisados.

Quando diluídos, os pigmentos apresentaram-se com tonalidades rosa. Contudo, quando concentrados, os fósseis possuíam tons distintos, que iam do vermelho ao roxo, disse a autora.


Leia também:

https://www.womenshealth.pt/moda/estilo-modo-pantera-cor-de-rosa/


 

Brand Story