Menu
Inicio Covid-19 Depois do confinamento, ficamos com o sistema imunitário mais fraco?

Depois do confinamento, ficamos com o sistema imunitário mais fraco?

Em quarentena, durante o Estado de Emergência, os portugueses ficaram em casa por mais de 40 dias. O que tal implica a nível de sistema imunitário?

sistema imunitário

Há meia-noite de 3 de maio, Portugal deixou de estar em estado de emergência. Um estado que colocou grande parte do país em quarentena por mais de 40 dias. Com as saídas de casa limitadas a idas ao supermercado a outras necessidades essenciais, questiona-se se os portugueses estarão agora com o sistema imunitário algo enfraquecido.

Não se deixe enganar pela fragilidade psicológica que do receio desta nova realidade possa advir. “Não é crível que o sistema imunitário esteja assim tão baixo quanto isto” garante Miguel Abreu, infecciologista no Centro Hospitalar e Universitário do Porto. “Isto numa pessoa dita saudável”, acrescenta.

“Estar com o sistema imunitário fraco ou não, não é algo que se possa afirmar sem base científica. Eu sou infecciologista, trabalho muito com doentes com VIH e outros imunodeprimidos. Uma coisa que nós temos dificuldade é em quantificar a efetividade de cada sistema”, explica o médico.

 

Menos sol, menos imunidade?

Em suma, podemos generalizar que pessoas que sigam uma alimentação saudável e que não sofram qualquer tipo de doença, não sofrerão a nível imunitário apenas por terem ficado fechadas em casa por 30, 40 ou 50 dias. Apesar disso, Miguel Abreu aponta haver “alguma especulação relativamente ao apanhar menos sol e consequentemente ter menos vitamina D”. Uma relação que pode ter implicação imunológica.

“Podemos ter algum défice imunológico que possa advir dai. Mas eu não vejo risco nenhum aumentado. A mim não me preocupa, enquanto médico, enquanto infecciologista, que as pessoas que estiveram 40 ou 50 dias em casa estejam mais suscetíveis do ponto de vista imunológico, desde que se tenham alimentado convenientemente e não tenham nenhuma noutra doença associada. De maneira alguma”, alega o especialista.

Outros Artigos


Outros Conteúdos GMG

Brand Story