Menu
Inicio Living Damos-lhe mais um bom motivo para casar rapidamente

Damos-lhe mais um bom motivo para casar rapidamente

O casamento torna-nos mais saudáveis, fazendo com que vivamos mais anos. Além disso, permanecer casada está ainda associado a ter menos ataques cardíacos.

casamento

O casamento é um marco importante na vida de qualquer pessoa. Quer tenha uma festa de arromba ou uma cerimónia mais discreta, a celebração do casamento é sempre um momento especial. Além das vantagens de partilhar a vida com alguém, a Harvard Medical School revela mesmo uma série de outros benefícios do casamento.

Segundo esta instituição, o casamento torna os indivíduos mais saudáveis, fazendo com que vivem mais anos. Além disso, permanecer casada está ainda associado a ter menos ataques cardíacos, menos hipóteses de entrar em estados depressivos e mais hipóteses de sobreviver a uma cirurgia complicada.

 

Precisa de mais motivos para dizer ‘sim’?

Se ainda não a tínhamos convencido dos benefícios de partilhar os lençóis todos os dias com alguém, a Universidade de Erlangen, na Alemanha dá uma ajuda. Isto, porque segundo um novo estudo desta universidade, as pessoas idosas que permanecem casadas ou ficaram viúvas têm menos probabilidade de ficarem desnutridas. Já quem se divorciou ou nunca chegou a casar enfrenta maiores probabilidades de subnutrição.

Os investigadores concluíram que a má nutrição não se relaciona apenas com a falta ou perda de apetite, havendo outros fatores essenciais. Ter dificuldades em mastigar ou engolir, ter problemas cognitivos ou até sentir-se sozinha e depressiva são alguns dos culpados. Os resultados verificam-se tanto nos homens como nas mulheres e revelam que quem foi casado sabe cuidar melhor de si próprio.

 

Compreender a desnutrição

“Falamos de desnutrição quando as pessoas reduzem drasticamente as necessidades alimentares e o corpo fica sem energia e nutrientes, como resultado” dessa redução alimentar, explica a investigadora principal deste estudo, Dorothee Volkert.

Ter uma alimentação adequada e equilibrada revela-se ainda mais importante quando pensamos a longo prazo. Não se trata apenas de garantir o seu bem-estar momentâneo, mas evitar que, no futuro, tenha problemas derivados de ter comido mal a vida toda. Segundo os investigadores deste estudo, cada vez são mais as pessoas que chegam a uma idade avançada com problemas de má nutrição.

 

 

Leia Também

https://www.womenshealth.pt/living/pela-sua-relacao-faca-isto-hora-almoco/

Brand Story