Menu
Inicio Uncategorized Como tomar as atitudes certas para ser mais feliz no futuro

Como tomar as atitudes certas para ser mais feliz no futuro

Mafalda Almeida
O preço a pagar
Unsplash

Por Mafalda Almeida Executive & Life Coach, formadora, palestrante, mentora e autora do livro Veja em si a Melhor Mulher do Mundo

São bastantes as pessoas que entram em contacto comigo para que eu as ajude a arrumar as ideias, a estabelecer objectivos no âmbito pessoal e/ou profissional, a traçar um plano
estratégico, e a entrar em acção.

São também bastantes as que desistem quando lhes questiono: “ok queres atingir este
objectivo. Do que estás disposto/a a abdicar para conseguires lá chegar?”. Sim, basta esta
questão para que muitas pessoas desistam dos seus sonhos.

Arrisco-me a dizer que a palavra “sonhos” é utilizada de forma errada nestas situações. Se
realmente este “sonho”/objecivo fosse muito importante para nós, não desistiríamos à
primeira, certo?

Temos então de anexar sempre os nossos valores mais básicos (inquestionáveis e inalteráveis) aos objectivos que pretendemos estabelecer. Qual a diferença entre um sonho e um objectivo? É a entrada em acção. E entrar em acção implica tomar decisões. Implica muitas vezes termos de negociar connosco mesmas relativamente ao que estamos dispostas a mudar ou a “deixar cair” na nossa realidade, rumo a resultados diferentes (grande parte das vezes: resultados melhores).

Se é injusto? Não, de todo! A vida obriga-nos a fazer escolhas, e ainda bem. Ajuda-nos muito no nosso foco. Afinal, qual seria o resultado na melodia das nossas vidas se tocássemos todas as teclas do piano ao mesmo tempo? Seria medonho, desorganizado, pouco interessante.

Muitas vezes decidimos não avançar e passar dos sonhos aos objectivos simplesmente porque o nosso lado racional começa a tentar perceber como será o caminho para lá chegar. Ora, ao não conseguir visualizar tudo o que implica a concretização dos nossos objectivos, começamos a perder a coragem, porque o caminho simplesmente não surge à nossa frente. Costumo dizer que, na fase de “sonhar”, não nos podemos preocupar com o “como”. Isso vem no passo seguinte! Se nos preocupamos à partida com o “como”, na grande maioria das vezes nem começamos o caminho. Parece demasiado difícil (e eu detesto esta palavra!).

Simplificando e arrumando as ideias: Para que consigamos ter sucesso, para que consigamos atingir os objectivos na nossa vida, precisamos decidir qual o caminho a seguir, e acima de tudo, estarmos dispostas a deixar alguma coisa para trás. Se a nossa “fórmula mágica” estivesse a resultar, já teríamos atingido o sucesso, certo? Portanto, há que mudar alguma coisa. Quem sabe, mudar algum hábito que não esteja a ajudar?

Quem sabe… que tal reflectir sobre a forma como estamos a iniciar o nosso dia? O que ganha se mudar alguma coisa no início do seu dia? Qual seria o preço a pagar? Possivelmente seria levantar-se um pouco mais cedo, deixando para trás uma cama quente e confortável. O que ganha com isso a médio e longo prazo?

Sim, a boa notícia é que quando decidimos deixar alguma coisa para trás, conseguimos ganhar muito mais no futuro. Consideremos isto um investimento!

Brand Story