Menu
Inicio Living Como escolher o melhor bacalhau para este Natal

Como escolher o melhor bacalhau para este Natal

Faça desta consoada a mais deliciosa de sempre com estas dicas.

Apesar de este ano o Natal ser diferente de todos os outros, há coisas que não mudam: as prendas, a união, o amor, a família e, principalmente, o bacalhau da consoada.

Com as festividades a bater à porta há uma obrigação que tem de ser cumprida: ir comprar o bacalhau! Mas na altura de o escolher, surge a dúvida de qual será o melhor para levar para casa. Não se preocupe, estamos aqui para ajudar!

Primeiro de tudo, desengane-se se pensa que o “asa branca” é o melhor. Ser “asa branca” não é sinónimo de melhor qualidade. Significa apenas que a membrana negra que reveste a cavidade abdominal foi retirada, tornando o tecido muscular visível.

Para que tenha o melhor bacalhau para a consoada, a Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor, aconselha a que não compre bacalhau salgado seco com defeitos visíveis e evite as peças muito húmidas. “Para avaliar este aspeto quando compra um peixe inteiro, segure-o pelo corpo e deixe cair a cauda. Se dobrar, é sinal de que tem água em excesso”.

Um outro aspeto a ter em conta é as manchas vermelhas e a presença de um pó fino e cinzento, branco ou amarelo na pele do bacalhau que podem ser sinais de problemas de conservação e, por isso, “acarretam um possível risco de toxi-infeção alimentar”, explica a DECO.

O peixe mal escalado ou com fendas profundas, excesso ou deficiência de sal, aspeto pegajoso ou cozido, coágulos, manchas de sangue e/ou de fígado indicam má preparação.

Rejeite também bacalhau com parasitas, apesar de estes morrerem com a salga, congelação e cozedura, mesmo sem vida, podem causar alergias em consumidores sensíveis.

No bacalhau congelado, inspecione as embalagens. Preste atenção à coloração do bacalhau e evite as embalagens com gelo solto, aconselha a associação.

Por fim, a DECO deixa ainda a recomendação de na compra de bacalhau salgado seco inteiro verifique o peso na balança, para saber se lhe estão a vender peixe com o tipo comercial indicado. Por exemplo, “o bacalhau crescido deve ter entre um e dois quilos. Se pesar menos, pertence a uma classe inferior: o bacalhau corrente, em geral, mais barato”.

Brand Story