Menu
Inicio Saúde Como é que o ciclismo afeta a saúde sexual das mulheres?

Como é que o ciclismo afeta a saúde sexual das mulheres?

Segundo os resultados de um estudo agora apresentado, a pressão feita pelo selim no pavimento pélvico pode prejudicar a excitação e a ereção do clitóris. Como atuar?

Como é que o ciclismo afeta a saúde sexual das mulheres?

Dor genital e dormência são consequências bastante possíveis de se sentir por mulheres mais sensíveis que pedalam com frequência. Tal é culpa da pressão que o assento da bicicleta causa no períneo, os músculos do pavimento pélvico.

Assim garante o grupo de investigação orientado por Daniel R. Greenberg, agora publicado no The Journal of Sexual Medicine. O trabalho de investigação contou com uma amostra composta por um grupo de mulheres ciclistas a quem foi pedido que respondessem a um questionário que permitisse analisar o estado da função sexual de cada indivíduo (Female Sexual Function Index). Foram também questionados aspetos como experiência no ciclismo, estilo de ciclismo favorito, desconforto genital ao pedalar, entre outros.

Os resultados

Apontou-se como 48 anos a idade média da amostra, com uma experiência em ciclismo de 17 anos. 53,9% da amostra admite que sente desconforto genital na referida situação e 69,1% admite mesmo dor genital.

Depois de ajustar as respostas com base na idade, índice de massa corporal, status de relacionamento, frequência do uso de bicicleta por semana, histórico de tabagismo e outros hábitos, concluiu-se que aquelas que sentem dormência durante a primeira hora a pedalar são mais propensas a sofrer de disfunção sexual, principalmente se a dor for mais sentida na zona do clitóris.

Contudo, a frequência e duração a pedalar não parece ter associação com a disfunção sexual, mas sim com a maior ou menos sensibilidade da mulher ao orgasmo e satisfação durante o coito. Ora, a dor frequente na zona em questão põe em causa tal satisfação, concluem os especialistas. Ainda assim, admitem que o mesmo estudo é limitado, já que a amostra contou com apenas 178 mulheres. Será necessário aprofundar o tema para entender ainda melhor esta relação e, consequentemente, como a contornar.


Leia também:

10 bicicletas para pedalar até ao trabalho

Brand Story