Menu
Inicio Beleza CBD na cosmética: Tudo o que precisa de saber

CBD na cosmética: Tudo o que precisa de saber

Multiplicam-se os cosméticos com CBD no mundo da beleza e aumentam as dúvidas quanto à viabilidade do seu uso.

CBD na cosmética: Tudo o que precisa de saber
iStock

A cosmética sempre gostou de ingredientes pouco convencionais. Nos últimos anos, notou-se uma tendência crescente para o uso de compostos estranhos em produtos de beleza, tais como baba de caracol, enzimas de peixe ou veneno de abelha…

O mais recente ingrediente sensação da cosmética – o CBD – não é de origem animal, mas também gera alguma controvérsia.

 

O que significa CBD?

CBD é o acrónimo usado para Canabidiol, um dos mais de 100 componentes químicos presentes na Canábis.

A família da Cannabis sativa abrange diferentes espécies, entre as quais o cânhamo, planta de onde é extraído o CBD, já que os níveis de THC (Tetrahidrocanabinol, responsável pelos efeitos psicoativos) são mais baixos.

Em Portugal, para que o uso de CBD seja autorizado, o THC do produto deve ser inferior a 0,2%.

De acordo com a ASAE, nos últimos anos tem-se verificado um aumento da procura e, consequentemente, da oferta, de produtos cuja composição inclui a planta Cannabis sativa, seja pelas suas “sementes, extratos, óleos, ou apenas as suas substâncias químicas de forma isolada como o canabidiol (CBD)”.

 

Quais os benefícios do CBD na cosmética?

O uso de CBD em produtos de beleza tem crescido nos últimos anos e isso deve-se principalmente às suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias.

O sistema endocanabinoide humano é responsável pela regulação de vários processos fisiológicos, como o crescimento e a diferenciação das células cutâneas. A nossa pele, sendo um dos maiores órgãos do corpo humano, produz e liberta endocanabinoides constantemente, que interagem diretamente com qualquer produto derivado do CBD.

De acordo com uma publicação da revista Journal of Clinical Investigation, o CBD “comporta-se como um agente seboestático altamente eficaz”, isto é, ajuda a regular a produção de óleo da pele, podendo funcionar como “um agente terapêutico promissor para o tratamento da acne”.

O CBD também mantém o equilíbrio hormonal da pele e atua como um poderoso antioxidante, diminuindo as toxinas acumuladas à superfície da pele.

Agora que o CBD passou das pequenas lojas alternativas para as mais conhecidas marcas de beleza, existem alternativas mais seguras e credíveis. Se ainda tem dúvidas ou precisa de mais informações, pode sempre aconselhar-se com o seu médico ou dermatologista.

 

Quer experimentar? Temos sugestões!

Creme hidratante CBD, The Body Shop, 23€

Rico e de absorção fácil, atua na reparação de peles secas e desidratadas. A sua fórmula ajuda a equilibrar os níveis de hidratação da pele, dando-lhe uma textura aveludada e uma aparência saudável.

Óleo concentrado Cannabis sativa, Kiehl’s, 48€

Indicado para peles sensíveis. Alivia o desconforto e a vermelhidão da pele, dando-lhe uma aparência mais saudável.

Creme corporal Cannabis, Babaria, 6,95€

Este creme, indicado para peles sensíveis, possui uma textura inovadora que faz com que se espalhe facilmente e seja imediatamente absorvido pela pele.

Brand Story