Menu
Inicio Gravidez Casal pesava mais de 500 kg. Perderam peso para ter um filho

Casal pesava mais de 500 kg. Perderam peso para ter um filho

Andrew e Sharon chegaram a ser apelidados de o ‘casal mais gordo da Grã Bretanha’, pesando, juntos mais de 500 kg. Um dia, decidiram reaver as suas vidas.

São muitos os motivos que podem fazer alguém querer perder peso. Ora porque sentem que as suas vidas estão em perigo, ora porque deixaram de conseguir realizar algumas tarefas que até aí sempre realizaram, ora porque têm objetivos que não vão ser cumpridos se os números na balança não começarem a baixar. Sharon é um exemplo vivo de que o excesso de peso pode mesmo ser prejudicial e pode roubar os maiores sonhos da vida.

Aos 33 anos, Sharon pesava 304 kg, o peso máximo que alguma vez atingiu. As suas atividades quotidianas estavam cada vez mais limitadas e os seus dias centravam-se nas refeições que tinha para fazer. Refeições essas que eram tudo menos saudáveis, o que contribuía para o aumento de peso que a britânica estava a sentir.

Contar calorias ou ter noção da informação nutricional de cada alimento eram pensamentos que não estavam, de todo, na mente desta mulher. Optava por comer o que lhe apetecia, quando lhe apetecia e, escusado será dizer, que os alimentos que ingeria em excesso eram tudo menos saudáveis. Nesta fase, a pesar mais de 300 kg, Sharon decidiu que tinha de tomar medidas drásticas para recuperar a sua vida dado que tinha deixado de sair de casa e vivia já refém dos números na balança.

Sharon não estava sozinha. Andrew, o seu companheiro e atual marido também se encontrava numa situação de excesso de peso. Casaram e ambos começaram a sair cada vez menos de casa, deixando-se controlar pelo peso que tinham a mais. A mulher foi a primeira a querer dar um grande passo para uma vida mais saudável: decidiu realizar a cirurgia para remover parte do estômago, numa altura em que qualquer decisão era arriscada.

O primeiro passo para um nova jornada

Se não mudasse drasticamente o seu estilo de vida e a forma de comer, o seu organismo não iria aguentar muito mais tempo e a morte seria uma sentença, mais do que provável, iminente. Nesta fase, todas as opções representavam risco de vida para Sharon. Se recorresse à cirurgia, corria o risco de morrer durante o procedimento, mas, deixar-se estar sem qualquer mudança também ditava o mesmo fim.

O bypass gástrico permitiu começar o processo de perda de peso e perder cerca de 100 kg, como noticia o The Sun, o que representou uma grande evolução na vida desta mulher, garantindo-lhe independência.

No entanto, Andrew, o marido, que não trabalhava há três anos devido aos complexos que sentia com o seu corpo, não se sentiu entusiasmado com a mudança radical da companheira. Juntos foram apelidados de o ‘casal mais gordo da Grã Bretanha’ , título que também motivou o processo de mudança.

Motivação: O sonho de ser pai

Apenas três anos após a cirurgia de Sharon e depois de inúmeras tentativas sem sucesso para ter um filho, Andrew decidiu finalmente deixar os excessos alimentares e submeter-se também à cirurgia bariátrica.

Ambos perderam uma quantidade bastante significativa de peso, mas o bebé ainda não chegou às suas vidas. Esse era o grande sonho do casal: poder ter um filho. No entanto, o excesso de peso de ambos pode estar intimamente relacionado com as dificuldades que têm enfrentado para conceber, já que peso a mais pode levar a situações de infertilidade.

Resta, agora que estão mais saudáveis e a seguir o caminho da saúde, esperar pelo dia em que o teste de gravidez lhes dê a notícia tão esperada.

Veja as fotografias da transformação impressionante deste casal na galeria a cima.


leia também

https://www.womenshealth.pt/perder-peso/transformacao-perdeu-20-kg-em-4-meses/

Brand Story