Menu
Inicio Treino Cão que ladra… corre!

Cão que ladra… corre!

Estudos e especialistas demonstram que os cães são naturalmente os personal trainers ideais, leais, esforçados, energéticos e entusiásticos. Vamos marcar uma aula?

Cão que ladra… corre!

Se procura um parceiro para apostar numa vida mais ativa, pare de tentar convencer as colegas de trabalho. O seu cão é o apoio que procura e estes planos a dois com o seu animal têm tantos benefícios para si como para o amigo de quatro patas.

E antes que arranje desculpas, não ter um cão não é limitação. Caso não possa adotar um (ou quiçá esta seja a desculpa que precisava para tal), pode sempre voluntariar-se para passear o cão de um amigo ou de um canil local. Eles só lhe agradecem!

E também você vai agradecer assim que sentir os benefícios surgir:

Fá-la andar mais

O Health Promotion Journal of Australia revelou que os cães não só acrescentam uma dose extra de motivação ao treino, como dão um ótimo suporte social. Outras investigações provam que sete em cada dez donos de cães conseguem alcançar a meta de 150 minutos de exercício por semana e aumentam a sua velocidade de passada em 28% em cerca de 12 semanas.

Fica mais bem-disposta

Quando interage com um cão, o nível de endorfinas sobe e o de stress diminui. Isto pode resultar em mais vontade de ir treinar. Nunca encontrará ‘alguém’ que goste mais de exercício (e o entusiasmo é sempre contagioso) e, ao contrário da sua habitual parceira de treino, o seu cão nunca desmarcará o treino com a desculpa de ter trabalhado demasiado ou de estar com TPM…

Trabalha em dobro

Estudos demonstram que os donos de um cão fazem mais exercício. Isto porque não veem o passeio como uma sessão de treino. Mas não os menospreze: mesmo num ritmo moderado, pode queimar 68 calorias em 20 minutos. Um estudo da Universidade de Missouri (EUA) descobriu que os participantes com excesso de peso que passearam os cães 5 dias por semana perderam cerca de 6 kg num ano.

Acaba com os maus da fita

Diabetes, doenças cardíacas, pressão arterial alta… Os donos de cães têm menos probabilidade de sofrer destas doenças, diz a American Heart Association. Um outro estudo publicado no Journal of Personality and Social Psychology mostra que os donos de um animal têm mais autoestima. Feitas as contas, o que é um par de ténis roídos?

A sua praia é o yoga? Convite o seu patudo a treinar Doga consigo. O nome resulta de yoga+dog e a modalidade que nasceu em 2001, em Nova Iorque, logo se espalhou pelos quatro cantos do mundo.

É um exercício de aproximação entre dono e animal (com asanas para os dois) ou só uma forma de ter companhia no tapete (e uma que lhe pode exemplificar como fazer a posição do cão). Ajuda a relaxar, melhora a circulação e alivia o stress… dos dois!

Percorra as imagens da galeria acima e inspire-se nestes momentos de yoga, perdão, doga.


Leia também:

Ao correr, ouça o seu coração (quase) literalmente

Brand Story