Menu
Inicio Living Usar a camisola da cara-metade tem este efeito

Usar a camisola da cara-metade tem este efeito

Costuma ‘roubar’ as camisolas à sua cara-metade ou até dormir no lado dele da cama? Essa pode, de facto, ser uma ótima forma para se sentir mais calma.

odor

Sentiu um determinado odor e isso fê-la lembrar-se automaticamente de uma pessoa, de um local ou de uma ocasião concreta? Não é incomum que os cheiros a transportem para uma memória que tenha bem guardada. Na verdade isto é bem normal, devido à relação que existe entre o nariz e o cérebro.

Quando inalamos, o cheiro é primeiro processado pelo bolbo olfativo, que começa no nariz e vai até à parte inferior do cérebro. O bolbo tem uma ligação direta às duas áreas cerebrais responsáveis pelas emoções e pela memória, a amígdala e o hipocampo. Esta conexão entre a perceção de um cheiro e o cérebro pode explicar o porquê de os odores terem a capacidade de despoletar emoções e memórias.

Além disso, existe uma relação entre o cheiro e o bem-estar. Costuma ‘roubar’ as camisolas à sua cara-metade para dormir ou até dormir no lado dele da cama, quando ele vai numa viagem de negócios? Essa pode, de facto, ser uma ótima forma de evitar o stress e até de se sentir mais calma.

 

Usar a roupa da sua cara-metade pode fazer-lhe bem

Um estudo recente da Universidade de British Columbia, no Canadá, procurou entender a relação entre os odores corporais humanos e as respostas ao stress. Segundo o estudo, esta é uma área ainda pouco estudada e a qual merece alguma investigação dado que o cheiro é importante para a perceção que tem do mundo.

Esta investigação contou com a participação de 96 mulheres, escolhidas aleatoriamente, a quem foram dados três odores diferentes para cheirar. Nestes três testes, a primeira peça de roupa continha o odor do parceiro da mulher em questão, sendo que ele havia usado a camisola durante 24 horas seguidas; a segunda peça nunca tinha sido usada, tendo, por isso, um odor neutro e a terceira peça de roupa tinha o odor de um estranho para a mulher em estudo.

Além disso, foram medidos os níveis de cortisol das mulheres durante o processo. Os resultados permitiram concluir que, quando cheiravam a camisola que tinha sido usada pelo seu parceiro, as mulheres revelavam níveis de stress mais reduzidos. Ou seja, os níveis de cortisol, a hormona do stress, estavam mais baixos a quando da exposição ao odor natural do parceiro. Por outro lado, o stress era bastante superior quando as mulheres cheiravam a camisola com um odor que lhes era estranho.

 

Uma boa desculpa para lhe roubar o robe hoje à noite

Este estudo permitiu ainda perceber que existe uma relação entre a perceção dos odores e as reações tanto psicológicas como fisiológicas ao stress. Se precisava de uma boa desculpa para dormir com o hoodie da sua cara-metade hoje à noite, diga-lhe que assim fica menos stressada.

Note que isto é apenas válido para quando sente, efetivamente, o odor. Quando tem a sensação de o sentir, mas, de facto ele não está presente, então pode ter uma condição chamada fantosmia. A fantosmia consiste na ilusão de perceção de um determinado odor, quando na verdade é apenas uma ilusão. Para saber tudo sobre esta condição clínica, consulte este artigo da Women’s Health.


Leia também

https://www.womenshealth.pt/living/decisoes-financeiras-deve-tomar-dos-30/

Brand Story