Menu
Inicio Treino Será boa ideia treinar duas vezes por dia?

Será boa ideia treinar duas vezes por dia?

Treinar pode tornar-se um vício e até um escape à rotina frenética, mas isso não significa necessariamente treinar duas vezes por dia.

Será boa ideia treinar duas vezes por dia?

Exercitar o corpo é uma prática saudável e que deve ser realizada, pelo menos três vezes por semana, segundo defende a Organização Mundial da Saúde (OMS). Mas, por vezes, a vontade e o vício do ginásio podem tornar-se demasiado intensos e pode chegar mesmo a ponderar treinar mais do que uma vez por dia.

Mas, será que isso é saudável? Será que esforçar os seus músculos e o seu coração duas vezes por dia é benéfico? Antes de mais nada é fundamental perceber que qualquer treino deve ser orientado por um profissional especializado na área. Se não consegue ter um personal trainer que a ajude sempre em cada treino, pelo menos garanta que o seu plano de exercícios foi realizado por alguém com competências para tal e que a sua saúde foi uma prioridade aquando da realização desse plano.

 

Treinar duas vezes por dia é saudável?

Depois de ter a certeza de que o exercício físico que está a realizar é seguro para si, é necessário focar-se na intensidade. Apesar de, como foi explicado anteriormente, as recomendações de treino apontarem para três treinos por semana, intensificar a quantidade de vezes que realiza exercício físico não representa qualquer risco para a sua saúde.

Treinar duas vezes por dia pode não representar qualquer risco, desde que garanta que o tempo de descanso entre cada treino é o suficiente. Albert Matheny, personal trainer, disse à Women’s Health que o grande perigo de treinar duas vezes por dia é o facto de que “se não dá tempo a si própria de recuperar entre os treinos, pode lesionar-se“. Deste modo, é essencial garantir que descansa o suficiente, fazendo com que o organismo recupere do esforço inicial.

Note que a recuperação muscular também deve ser acompanhada de uma alimentação saudável e equilibrada. Dormir, comer a horas e levar um estilo de vida, de um modo geral, saudável são premissas essenciais para otimizar os treinos e garantir o sucesso do esforço no ginásio. Matheny destacou ainda a importância de se manter hidratada. As consequências de não beber água (ou chá, o que nesta altura do ano parece mais apetecível) podem ser verdadeiramente desastrosas para o organismo. Neste artigo contamos-lhe todos os riscos que corre por não se hidratar suficientemente.

 

Será que os benefícios compensam?

Na verdade, um estudo do Departamento de saúde e Ciências do Exercício da Universidade do Oklahoma, nos Estados Unidos, vem mesmo comprovar que não existe nenhum benefício adicional de treinar duas vezes por dia.

No entanto, esta intensificação pode ter vantagens, caso divida o seu treino. Não deve treinar duas vezes com a mesma intensidade, mas, pode complementar o seu treino matinal com outro tipo de exercício ao fim do dia. Não, não estamos a falar do exercício entre lençóis.

Se, por exemplo, de manhã fez um treino intenso de cardio ou de resistência, ao fim do dia deve procurar um tipo de exercício que treine outros grupos musculares ou até mesmo que sirva como relaxamento. Nesta situação hipotética, o ideal seria, ao fim do dia, realizar uma aula de yoga, meditar ou até mesmo fazer natação.

Qualquer uma destas atividades pode trazer benefícios distintos e, além de treinar o corpo, fisicamente, ajudam também a cuidar da mente. O yoga, por exemplo, pode mesmo ajudar a lidar com o stress do dia-a-dia e inclusive a ultrapassar alguns problemas alimentares, como pode ler neste artigo da Women’s Health.

Claro que, se está a treinar para uma competição intensa, é normal que também a quantidade de vezes que treina por semana e a exigência dos exercícios seja maior, mas, por norma, os treinos bidiários podem não trazer assim tantos benefícios – e fica muito mais cansada.

 

Brand Story