Estes ingredientes envelhecem a pele! Não os use

A pele é o nosso escudo protetor e o excesso de zelo pode sair caro… especialmente quando os ingredientes não são os mais benéficos para a saúde cutânea.

  • Anterior
  • Próximo

    Parabenos

Este é um dos nomes mais falados na indústria da cosmética, mas também um dos que mais confusão gera na cabeça das pessoas. Apesar de se tratar de um conservante que visa impedir o crescimento de bactérias nos produtos e de existir versões que são de utilização segura, o uso generalizado de parabenos tem sido associado a um maior desregulamento hormonal.

Em 2014, por exemplo, a União Europeia proibiu o uso de propilparabeno e butilparabeno nos cosméticos para bebés por suspeitas de desregulação endócrina.

    Sulfatos

Lauril éter sulfato de sódio e laurel éter sulfato de sódio são duas variantes deste componente que tem como objetivo fazer uma limpeza a fundo, contudo, essa limpeza intensa pode fazer com que o sebo natural saia em demasia e isso cause sensibilidade, irritação e vermelhidão.

    Ftalatos

Estes compostos químicos têm como objetivo aumentar a durabilidade dos cosméticos (e não só), porém, acredita-se que o contacto continuado com o corpo humano leva a que imitem o estrogénio, causando um desregulamento hormonal.

    Polietilenoglicol

Este é o nome dado a um composto que tem como função tornar o produto mais emuliente e penetrante na pele. Porém, pode ter um efeito cancerígeno.

    Fragrância sintética

Os cosméticos com perfume ou fragrância adicionada podem levar a irritações de pele ou até mesmo a dor de cabeça crónica, explica à Women’s Health dos Estados Unidos a especialista em cosméticos naturais Sarah Villafranco.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Ads

ARTIGOS RELACIONADOS


OUTROS CONTEÚDOS GMG


Send this to friend