Menu
Inicio A WH testou #aWHtestou. “Reaprendi a nadar com saúde”

#aWHtestou. “Reaprendi a nadar com saúde”

Fui experimentar uma aula de Art of Swimming no Health Club Holmes Place Alvalade, em Lisboa. Foi isto que aconteceu.

nadar

Natação sempre foi uma das minhas paixões. Comecei aos cinco anos e, por dez anos, a minha vida era dentro e fora de água. Durante todos aqueles anos, cheguei a competir várias vezes em campeonatos regionais pela Académica de Coimbra, sendo raro não ficar no pódio da minha faixa etária.

Quando fui experimentar uma aula de Art of Swimming, pensava que já que sabia tudo sobre natação. No entanto, acabei por descobrir que sabia apenas o que era natação no contexto de competição.

Parece estranho dizer que, em contexto de competição, os nadadores não têm a melhor postura, tendo em conta a forma física de Michael Phelps, por exemplo. Mas a verdade é que, nas competições, o objetivo é ser rápido para fazer o melhor tempo, e no momento em que se está dentro de água para competir, não se está a pensar que se tem de nadar de uma certa forma para ter uma postura correta, mas sim para se ser o mais rápido possível.

Acontece a muitos nadadores e aconteceu-me a mim: nadei competitivamente enquanto andava na escola. Esforcei o meu corpo para nadar mais depressa, tornei-me mais forte, e ganhei corridas. Costumava ser consistente com a natação! Depois a vida mudou, entrei no secundário, tinha de me focar principalmente nos estudos e acabei por desistir da modalidade.

Entretanto já passaram 11 anos desde que fiz um treino completo de natação. Tenho de admitir que já não tenho a mesma resistência do que aquela que tinha quando era mais nova, nado muito mais devagar e já não consigo completar uma piscina sem parar para descansar. Mas esse não é exatamente o objetivo do Art of Swimming. O principal objetivo do Art of Swimming é ensinar a nadar, mas, para quem já sabe, a aula serve para corrigir e aperfeiçoar as técnicas.

A aula

Nesta aula, a primeira coisa que me foi pedida foi para nadar como sabia. Assim fiz. O Bruno Dias, o personal trainer que me acompanhou, disse que eu sabia nadar, mas que tinha muitos hábitos de natação competitiva.

O PT entrou na água comigo e a partir daí ensinou-me as técnicas básicas do Art of Swimming. O Art of Swimming segue o Método Shaw, fundado em 1987 por Steven Shaw. Este método foca-se na consciência e alinhamento corporal. A missão é ajudar-nos a ter prazer na natação, aprendendo a usar o corpo de uma forma mais natural e menos “nociva” na água. Por exemplo, Shaw observa que: “nadar com a cabeça puxada para fora da água causa um stress indevido no pescoço e na coluna” e, portanto, o seu método procura prevenir isso dando aos nadadores um movimento mais natural.

Posição do corpo na natação

O Bruno começou por me explicar de que forma eu me devia propulsionar para a frente com o menor esforço possível. O objetivo é deslizar na água à superfície. Para mim, inicialmente foi estranho. Na natação competitiva, entramos na piscina a saltar do bloco de partida e, naturalmente, que vamos ao fundo e só depois subimos à superfície. No Art of Swimming, começamos a nadar logo à superfície. Depois de praticar algumas vezes, percebi que o meu corpo não ficava tão tenso com esta técnica e que era, de certa forma, muito mais relaxante começar desta forma.

Depois desta introdução, passámos à parte das braçadas. O Bruno explicou-me que para fazer a braçada correta do crawl é preciso aliviar um pouco a aplicação da força até que mão e antebraço estejam alinhados e na vertical. Para mim, esta parte foi particularmente fácil, mas depois veio a parte mais complicada: incluir as pernadas.

Uma das coisas mais importantes para manter uma postura correta durante o nado é a pernada. Esta ajuda na propulsão, mas também é responsável pelo equilíbrio tanto na posição dorsal, ventral e lateral. Além disso, a posição do quadril é essencial para manter o alinhamento correto do corpo. Ter o abdómen e as costas fortalecidos é fundamental para manter o quadril alto procurando não só quebrar a resistência da água, como também prevenir lesões e mesmo o desconforto ao nadar durante muito tempo ou longas distâncias.

Para isto, o Bruno explicou-me que era necessário rodar o quadril a cada braçada de forma a prevenir lesões.

O porquê de ter sido difícil? Estava habituada a não fazer qualquer rotação do corpo na água enquanto competia. Estava sempre sempre virada para o chão. Foi difícil tentar concentrar-me em rodar o quadril para cada lado à medida que dava uma braçada. Além disso, tinha ainda de coordenar a respiração.

Se pensarmos bem, quando nos viramos para um lado, a tendência é que a cabeça siga o movimento do corpo. No Art of Swimming, o objetivo é fazer a rotação do corpo mantendo a cabeça para a frente. Até conseguir ajustar todas estas coordenações demorei um tempo e foi preciso o Bruno ajudar-me ao agarrar a minha cabeça enquanto rodava o corpo para manter a posição correta.

Quando consegui coordenar tudo, percebi que conseguia nadar com mais facilidade e sem ter muita pressão no corpo. Acabou por ser uma experiência muito mais relaxante, apesar de o meu estado mental estar formatado para natação de competição.

No final da sessão, o Bruno fez questão de me dizer que a missão dele estava cumprida e que já notava grandes diferenças desde o início da sessão.

A lição e a aprendizagem nunca estão realmente “terminadas”

Gostava de dizer que agora sou uma nadadora mais forte. Mas não é esse o caso. Mas fiquei muito melhor por saber de que forma posso nadar com prazer sem ter de estar constantemente a pensar que tenho de fazer uma piscina em 30 segundos. No entanto, acredito que terei de fazer mais sessões de Art of Swimming para ter a técnica perfeita.

Informações úteis

Quais são os Clubes do Holmes Place com aulas de Art of Swimming?

Todos os clubes têm aulas de Art of Swimming.

Não-sócios podem fazer aula?

Os não-sócios podem fazer uma aula experimental, mas para mais devem inscrever-se no seu clube de preferência.

O acompanhamento personalizado com personal trainer é obrigatório?

Sim. No entanto, há clubes do Holmes Place que têm aulas de Art of Swimming aberta. (Contactar o Holmes Place para mais informações)

Qual é o valor da aula?

Os preços vão desde os 199 euros aos 471,75 euros, mediante o pack que escolher.

Joana Fernandes é jornalista na Women’s Health, praticou natação competitiva durante 10 anos, uma apaixonada por tudo o que está relacionado com o mar e, desde março deste ano, está a descobrir-se no mundo do ginásio.

Brand Story