Menu
Inicio Treino Aulas de yoga que viraram tendência em 2020

Aulas de yoga que viraram tendência em 2020

yoga
yoga

O Yoga tornou-se um dos mais procurados desportos do momento. É cada vez maior o número de pessoas que estão a apostar neste exercício que serve não só para manter a forma, como também para dar uma pausa à sua rotina, carregar energias e libertar tensão. O sucesso tem sido tal que começaram a surgir novas versões, que se adaptam às diferentes necessidades de cada rotina. Todos eles são muito atuais, mas aqueles que verá aqui em baixo, são as tendências de 2020.

Aeroyoga

aeroyoga

É a aula favorita da Gwyneth Paltrow. É talvez uma das aulas de yoga mais ousadas porque mistura yoga com ginástica acrobática. Para fazer este tipo de yoga, é necessário o uso de baloiço feito de tecidos suspensos. A sua utilização permite realizar tanto posturas clássicas de yoga como outras invertidas, graças a total suspensão no ar.

Esta aula é de um treino mais intenso do que o habitual e no qual se pode trabalhar em áreas do corpo de forma mais eficaz do que com o yoga tradicional. Esta prática trabalha o abdominal, combate a celulite e a flacidez, elimina as dores nas costas, estica a coluna vertebral, descomprime as vértebras, tonifica os músculos e ajuda a definir a silhueta porque o corpo ganha flexibilidade.

Além disso, é realizada ao ar livre, tornando-a uma boa opção para desfrutar dos benefícios dos desportos ao ar livre, que melhora a sensação de relaxamento. “Ao praticar Aeroyoga, vamos nos conectar com a terra e a mente, garantindo um relaxamento absoluto e diminuindo o nível de stress. Além de tonificar o corpo, ao praticar yoga estará a ganhar elasticidade, a melhorar a sua postura, a promover a circulação do sangue e aumentar a sua resistência”, explica Aude, instrutor de yoga no hotel Royal Hideaway Sancti Petri.

Sup yoga

sup yoga

Esta disciplina também é uma combinação de yoga com outro desporto. Mais concretamente com o surf. Esta variante de yoga é bastante benéfica para quem ousa experimentar, uma vez que irá receber os benefícios das duas atividades. Ao fazê-lo estará a realizar um treino completo do núcleo, da parte superior e inferior do corpo enquanto melhora o seu equilíbrio, coordenação e resistência. Além disso, o uso da prancha ajuda-nos a estar focados no que estamos a fazer e a melhorar o equilíbrio no nosso corpo. Geralmente é praticado numa prancha mais larga do que as de surf e com maior flutuabilidade, permitindo um maior equilíbrio ao realizar as posturas de Hatha Yoga.

No entanto, se é iniciante não se preocupe. Antes de passar para água, irá fazer alguns alongamentos e exercícios em terra para que se habitue à prancha.

O principal objetivo é que o movimento da água se torne um só com seus próprios movimentos. Esta união irá ajudá-lo a equilibrar-se e a desligar-se do mundo, aproveitando a natureza.

Bikram Yoga

Este yoga é realizado com 26 posturas durante 90 minutos a 42 graus com 40% de humidade. E mesmo assim, é uma das aulas com mais seguidores.

O calor desta atividade ajuda-o a ganhar mais flexibilidade e os resultados sentem-se muito mais cedo do que se fosse feito em temperaturas normais. Esta atividade começa com exercícios de pranayama (respiração consciente) seguidos por uma série de posições em pé de modo a treinar o equilíbrio e de um descanso em savasana para recuperar a energia. Depois é comum fazer posições no chão, nas quais torce o seu corpo. A aula termina com um exercício de respiração kapalabati para queimar as toxinas e trabalhar o abdominal.

Ao longo da prática, a respiração consciente leva oxigénio a todas as células e relaxa a mente.

Vinyasa Flow Yoga

É um yoga perfeito para ficar em forma porque funciona com peso corporal e equilíbrio. É muito dinâmico e mistura posturas de forma fluida, sempre marcada pela respiração. Neste yoga existe uma grande combinação de posturas – em pé, sentadas, deitadas e invertidas -, e é promovido um treino aeróbico. No entanto, é um desporto bastante exigente e requer muita concentração.

Existem muitas variedades de vinyasa, entre as quais se destaca Vinyasa Flow, “um yoga dinâmico em que não se fica numa posição por muito tempo, mas sim passa-se de uma para outra de forma fluida e coordenada com a respiração, como uma dança”, explica Isabel Manso, professora de yoga no hotel Barceló Portinatx. “Começamos com exercícios respiratórios e alongamentos suaves. Movemo-nos atentamente com saudações ao sol (um movimento de fluxo) no reforço das posturas. Continuamos a aquecer e relaxar as articulações adormecidas até à segunda parte da aula. Na segunda parte passamos para o alongamento profundo e terminamos a prática com o relaxamento total”, acrescenta.

Yoga Facial

yoga facial

Também conhecida como, ‘Face Gym’. Os músculos do rosto também precisam de ser exercitados para manter a sua firmeza. Esta yoga defende os benefícios do exercício e da massagem descongestionante como uma rotina necessária para fortalecer o rosto. Os que a praticam afirmam que mover certas partes do rosto melhora a elasticidade dos músculos e promove a circulação. As sessões costumam durar cerca de 40 minutos. Durante o treino é recomendado estimular o rosto com movimentos de pressão e extensão, que tonificam a pele, proporcionando luminosidade.

Yoga como uma massagem

É perfeito para quem quer relaxar antes de fazer qualquer exercício mais intenso. Os movimentos do yoga são reproduzidos passivamente nesta massagem ancestral. É uma massagem de pressão média seca com ênfase no alongamento. Esta massagem liberta tensão, liberta energia e promove a circulação e a flexibilidade física.

Artigo via Women’s Health, Espanha.

Brand Story