Menu
Inicio Nutrição Estes são os alimentos com mais pesticidas

Estes são os alimentos com mais pesticidas

O consumo de frutas e vegetais é uma mais-valia para saúde e bem-estar, contudo, importa cada vez mais saber qual a origem dos alimentos que comemos diariamente.

Ao contrários dos produtos processados, que se fazem acompanhar de rótulos um tanto ou quanto assustadores, os alimentos vindos diretamente da mãe natureza não trazem qualquer lista de ingredientes… mas deviam.

Salvo as frutas e vegetais de produção biológica e orgânica, a concentração de pesticidas presente nos alimentos de origem vegetal pode ser assustadora.

E, claro, isso pode trazer sérias consequências para a saúde.

 

Pesticidas. Os sujos e os limpos

Todos os anos, os especialistas Environmental Working Group (EWG), nos Estados Unidos, revelam a lista dos alimentos com maior e menor teor de pesticidas.

Para o guia anual Shopper’s Guide to Pesticides in Produce agora publicado, foram analisadas mais de 30 mil amostras e os resultados não poderiam ser mais assustadores.

O morango, por exemplo, pode conter 22 tipos de químicos numa só amostra!

Já 97% dos espinafres produzidos de forma tradicional podem conter resíduos de pesticidas.

A quantidade de pesticidas em determinados alimentos não biológicos é bastante elevada e isso pode causar sérios problemas para a saúde dos consumidores.

Entre as consequências mais alertadas por parte da ciência estão as alterações hormonais e as complicações no desenvolvimento cognitivo de bebés.

Problemas cutâneos e respiratórios são outras consequências, mas tudo depende, claro, do tipo de pesticida usado e da sua concentração.

A par dos alimentos com mais pesticidas, os investigadores enumeram também aqueles que são os mais limpos. E temos boas notícias! O abacate está em primeiro lugar.

 

Comer ou não comer, eis a questão

É esta lista um incentivo para deixar de comer frutas e vegetais? Claro que não!

O objetivo da EWG passa, sobretudo, para alertar para a presença de químicos desnecessários na produção dos alimentos.

Optar por frutas e vegetais de produção biológica é uma alternativa bastante mais segura, ou então lavar corretamente todos os alimentos comprados em supermercados e mercearias. Retirar a casca também ajuda.

 

12 motivos para comprar biológico

Apesar de o levantamento ter sido feito apenas com alimentos produzidos e comercializados nos Estados Unidos, vale a pena pensar na importância da produção biológica.

Além de permitir comprar alimentos de produção local, este tipo de agricultura zela pela qualidade do alimento e do solo que o produz.

Segundo Jean-Claude Rodet, fundador da Associação Portuguesa de Agricultura Biológica – Agrobio, estes são os principais motivos para se render aos alimentos biológicos:

  • Maior valor nutritivo
  • Mais sabor
  • Mais saúde
  • Solo fértil
  • Água pura
  • Biodiversidade
  • Certificação
  • Ambiente saudável
  • Dignidade do agricultor
  • Educação ambiental
  • Mais emprego
  • Futuro saudável

Brand Story