Menu
Inicio Perder Peso Anaísa mudou de vida e conseguiu o corpo com que sempre sonhou

Anaísa mudou de vida e conseguiu o corpo com que sempre sonhou

Anaísa Gonçalves decidiu mudar de vida radicalmente e ser mais saudável. Afinal, sentir-se bem está ao alcance de todos, basta querer!

Como e por que motivo começou a sua jornada de transformação?

A minha jornada começou de uma forma um pouco repentina. No fim do verão de 2013, após ver uma fotografia minha na praia, decidi que aquela não era a imagem que queria ter mais. Sempre fui uma miúda com baixa autoestima e alguns complexos, e foi nesse ano que decidi que ia perder peso e atingir uma forma física com a qual me sentisse bem.

Que momentos destaca?

Ui, esta é difícil. Para mim, esta mudança marcou um recomeço maravilhoso na minha vida e, por isso, tenho vontade de destacar tudo o que vivi desde 2013 até agora, porque cada ‘momentozinho’ teve o seu significado e importância especial. Quer tenham sido momentos bons, quer tenham sido momentos maus, todos foram de aprendizagens. Por isso, o momento fulcral, a que dou maior destaque, foi o momento em que me levantei da cama, olhei-me ao espelho, e disse para mim mesma: “Desta, é de vez”.

Antes: 64 KG

Depois: 53 KG

Como se sente neste momento e quais são os seus objetivos futuros?

Sinto-me realizada com tudo o que alcancei até hoje! Para o futuro? Conseguir inspirar ainda mais pessoas através das minhas partilhas diárias e atingir o máximo de equilíbrio entre corpo e mente.

Quais foram as principais alterações que aplicou ao seu estilo de vida e alimentação?

Comecei a fazer do ginásio uma prioridade na minha vida. No início treinava seis vezes por semana e fazia mesmo questão de arranjar aquela horinha para mim. É o meu escape. A nível de alimentação, tentei ao máximo deixar de consumir produtos processados, adicionei mais vegetais e legumes à alimentação, passei a comer mais grelhados, reduzi os refrigerantes, fritos e açúcares adicionados.

As marmitas tornaram-se as minhas melhores amigas e raramente fazia refeições fora. Agora que olho para trás e, com o conhecimento que tenho, sei que fui bastante rígida comigo mesma, mas isso permitiu-me aprender a ser muito disciplinada.

Como se manteve motivada?

Sempre fui uma pessoa muito determinada e quando metia alguma coisa na cabeça, ia até ao fim. Com o fitness não foi diferente, não ia descansar enquanto não chegasse a uma forma física com a qual me sentisse bem (o meu principal objetivo sempre foi sentir-me bem com o meu corpo). Claro que não acordava todos os dias motivada, tinha os meus dias maus, e ainda os tenho, mas olhar para trás e ver tudo o que já tinha alcançado dava-me ainda mais força para continuar. Acho que é a “sede” de querer sempre ser melhor e nunca estar 100% satisfeita.

Qual é a sua rotina habitual de treino?

Eu não gosto de partilhar os meus treinos, não o faço com as minhas seguidoras, porque um plano de treino é algo bastante individual e que deve ser prescrito por um profissional de acordo com os objetivos individuais de cada um. Mas posso adiantar que, neste momento, treino quatro a cinco vezes por semana, em que quatro treinos são de musculação (dois de perna e dois de membros superiores) e o quinto, normalmente, é uma aula de cycle – este varia consoante o meu nível de cansaço e a intensidade da semana no geral.

Como é sentir o corpo com menos 10 quilos?

No início era estranho, principalmente porque o meu corpo mudou muito. Não foi só o perder peso, a forma do meu corpo sofreu muitas alterações. Muitas vezes olhava ao espelho e não me reconhecia – até a minha mãe, ao início, achou muito estranha toda esta mudança.

Comecei a utilizar modelos de roupa que nunca achei que me ficariam bem, foi bom ver toda essa transformação e perceber que, agora, todas as roupas que eu antes sonhava vestir, mas que não o fazia porque não gostava de me ver, ficavam ótimas. Era incrível olhar para todas as mudanças e ver como, finalmente, estava a caminhar para um corpo no qual tinha orgulho de viver.

Além da mudança física, considera que a perda de peso a mudou a nível psicológico? Se sim, de que forma?

Bem, mais do que a nível físico, esta mudança mudou-me muito a nível psicológico. Apesar de ter tido alguns percalços no caminho, como ter desenvolvido uma relação menos boa com a comida (mas que, com o tempo, está a atenuar), esta mudança trouxe-me tanta coisa boa! Passei de uma miúda que antigamente era pessimista e tinha baixa autoestima, para ser esta mulher confiante e determinada que me considero hoje.

“[Esta jornada] fez-me gostar mais de mim e reconhecer o meu valor enquanto pessoa”

E não só com o meu corpo, mas nas minhas atitudes e forma de estar na vida isto se refletiu. Trouxe-me, também, maturidade e permitiu-me ver a vida de outra forma, encarar melhor os dias menos bons e canalizar sempre as energias para o que é positivo. E, acima de tudo, fez-me gostar mais de mim e reconhecer o meu valor enquanto pessoa.

Hoje, Anaísa conta com 21 mil seguidores no Instagram e vive um verdadeiro estilo de vida fit!

Descubra o que inspira Anaísa Gonçalves a nunca desistir, na galeria!

Brand Story