Menu
Inicio Saúde Há mais um bom motivo para beber um cocktail ao fim do...

Há mais um bom motivo para beber um cocktail ao fim do dia

A Organização Mundial da Saúde (OMS) define o álcool como uma “substância psicoativa com propriedades de dependência”. A nível mundial, segundo dados da OMS, todos os anos se registam cerca de três milhões de mortes em resultado de comportamentos provocados pelo consumo de álcool.

Apesar de ser entre os 20 e os 39 anos, que estes problemas se revelam maiores, já que estão associados a cerca de 25% das mortes, o consumo de bebidas alcoólicas na meia-idade pode levar a um risco mais elevado de desenvolver demências. Ainda assim, nem tudo é mau, dado que algumas pesquisas também já identificaram os benefícios do álcool para a saúde.

Um estudo da Universidade da Califórnia associa mesmo o consumo moderado de álcool a uma vida mais longa. A palavra-chave é mesmo moderação, já que uma investigação conjunta de pesquisadores franceses e ingleses provou, recentemente, que o consumo moderado está associado a menores taxas de demência.

 

Moderação, a palavra-chave no consumo de álcool

Este estudo, que contou com a participação de 9.087 londrinos, foi realizado ao largo de 23 anos e os resultados foram agora apresentados. Esta foi uma análise dos hábitos de bebida a níveis extremos. Ora pessoas que não bebiam de todo ora pessoas que, em média, tomavam duas ou mais bebidas com álcool por dia.

A pesquisa releva, então, que o risco de desenvolver demência é aumentado nas pessoas que, entre os 35 e os 55 anos de idade que se abstiveram de bebidas alcoólicas. Além disso, quem bebeu mais de 14 unidades por semana também se encontra num escalão de risco para o desenvolvimento deste tipo de doenças neurológicas e incapacitantes.


Leia também

https://www.womenshealth.pt/saude/prevenir-alzheimer-basta-ter-3-filhos/

Brand Story