Menu
Inicio Saúde Afinal, por que razão ficamos vermelhas quando bebemos?

Afinal, por que razão ficamos vermelhas quando bebemos?

A resposta pode surpreendê-la.

beber
Pexels

Para percebermos o motivo pelo qual ficamos mais ou menos vermelhas quando ingerimos bebidas temos que entender as suas diferenças e como são absorvidas e metabolizadas pelo nosso organismo”, explica Patrícia Maia, médica de medicina geral e familiar e coordenadora de unidade de medicina familiar do Hospital Lusíadas Lisboa.

No fígado acontecem uma série de reações oxidação/redução para metabolizar o álcool. “A primeira reação química é da responsabilidade da enzima desidrogenase, transformando o álcool em acetaldeído”, refere a médica, acrescentando que “quanto maior for a acumulação / excesso de acetaldeído, maior será a vasodilatação, pelo que maior será a intensidade de rubor facial”.

A acumulação de acetaldeído pode levar a náuseas e a batimentos cardíacos irregulares. “Metade da população asiática tem ausência de um tipo de isoenzima aldeído desidrogenase, logo há uma acumulação de acetaldeído, motivo pelo qual esses asiáticos manifestam um rubor facial mais acentuado”, diz a especialista.

Os medicamentos para o refluxo ácido podem aliviar sintomas menores, mas o nosso conselho se a bebida tiver este efeito? Não beber.

Brand Story