Menu
Inicio Beleza Acupuntura é o lifting 100% natural em que deve apostar

Acupuntura é o lifting 100% natural em que deve apostar

Prática milenar é menos evasiva do que uma cirurgia plástica.

Passaram-se cerca de quarenta minutos. Tenho várias agulhas de acupuntura no rosto e em mais quatro zonas do corpo – uma para o coração, duas para os rins e outra no ponto que regula a saúde geral da pele. Para ser sincera, há anos que não me sentia tão relaxada. E sou visitante assídua de spas para fazer massagens.

“Nós somos um todo e a nossa beleza vem de dentro para fora, não o contrário”, explica-me Fernando Fernandes, Diretor Clínico e especialista em Medicina Chinesa na Five Clinic, local onde a Women’s Health fez uma sessão de acupuntura facial, enquanto remove cada uma das agulhas. “Se o organismo estiver equilibrado com boas emoções e eu tiver bons hábitos, o envelhecimento é adiado”, continua.

O exterior e interior não são duas partes. O próprio corpo influencia a mente e vice-versa. A medicina chinesa é um todo, com o nosso corpo e com o que nos envolve.

Esta prática natural e não evasiva é eficaz no atraso do envelhecimento da pele. É também benéfica à tonificação muscular, e é feita com uma abordagem natural em mente. Aqui, o equilíbrio e bem-estar do organismo é a pedra basilar que vai fazer tudo funcionar.

O objetivo é trabalhar (e tratar) de dentro para fora. Foi por isso que, além das agulhas na cara, também me foram colocadas agulhas noutros pontos-chave. É por essa mesma razão que nada acontece antes de ser feito um diagnóstico profundo.

Avaliar antes de tratar

“Numa sessão de acupuntura é sempre imprescindível o diagnóstico”, revela Margarida Simões, terapeuta no Instituto Português de Naturologia, em entrevista à WH. De acordo com a especialista, ao longo do tratamento esta avaliação vai sendo repetida para perceber como o organismo está a responder.

O número mínimo de sessões varia consoante o terapeuta (cinco ou oito no caso destes especialistas), com os resultados a serem visíveis desde o primeiro momento – pelo menos, no nosso caso. A pele fica renovada e mais preenchida (elogios das amigas incluídos). Como se não bastasse, sentimos que os benefícios da sessão se estenderam para outras áreas como a qualidade do sono ou diminuição do stress e ansiedade.

São várias celebridades que fazem acupuntura facial – a fit girl Hannah Bronfman é uma delas e Meghan Markle também.

Em suma, a pele é um dos espelhos para a alma. Sente-se ansiosa? Depressiva? Este tipo de desequilíbrios tem efeitos diretos na pele e organismo. Como, de acordo com esta prática, tudo está ligado, uma coisa leva à outra.

“Olhamos para a pessoa e fazemos um diagnóstico, percebendo os órgãos que estão em desequilíbrio, analisando sintomas e causa. Cada tratamento é um tratamento, dependo da pessoa e dos desequilíbrios”, revela Fernando Fernandes.

Como funciona

Após o diagnóstico, são colocadas as agulhas. Em termos estéticos, são avaliados os músculos hipertónicos e hipotónicos, com o objetivo de tentar encontrar o equilíbrio a nível muscular. Se, por esta altura, está a pensar se os músculos do rosto também se treinam, a resposta é sim!

As agulhas ajudam a relaxar os músculos que estão tensos – são estes os responsáveis por rugas de expressão, por exemplo – e tonificar os que estão flácidos. Com o passar dos anos e a diminuição da produção de colagénio, estes últimos contribuem para o poder do ‘efeito gravidade’, deixando-a a sentir-se com a pele ‘descaída’.

O exterior revela os desequilíbrios internos e, se só tratarmos o exterior, os resultados serão menos duradouros.

A par das agulhas de acupuntura, e dependendo do método e especialista, poderão ser utilizados outros ajudantes da beleza. Na Five Clinic, por exemplo, o método pode ser conjugado com laser e/ou electroestimulação. Tal promove a produção de colagénio e a circulação sanguínea. Já no Instituto Português de Naturopatia, usa-se outras ferramentas como ventosas, moxa, laser ou electroacupuntura.

Tónus da pele melhorado, ativação da circulação sanguínea linfática e energética, melhoria das rugas e marcas de expressão e atraso no envelhecimento. Estes são alguns dos benéficos destas sessões. Quanto à duração, variam entre 30 minutos e uma hora e meia, dependendo das técnicas associadas e do próprio terapeuta.

Acupuntura facial ou cirurgia estética?

A acupuntura é um método de regeneração natural e pode ser utilizada de forma preventiva ou corretiva.

O resultado é uma espécie de “lifting natural, sem alteração da expressão facial”, diz Margarida Simões que defende que a acupuntura facial, quando comparada com as técnicas cirúrgicas disponíveis, é “bastante menos evasiva”.

“É o próprio organismo que se regenera. Nós damos uma ajuda, mas o trabalho é feito por ele. Além disso, não recorremos a químicos. É um método 100% natural”, explica, por sua vez, Fernando Fernandes.

Por estarmos perante um método que também tem um impacto positivo no organismo, não há idade limite de idade. Igualmente, a acupuntura facial não é exclusiva de um género – pode também ser feita por homens.

De acordo com Margarida Simões, qualquer pessoa pode receber este tipo de tratamento. Caso se tenha um quadro de problemas cardíacos, doença oncológica ou dermatológica, a avaliação do terapeuta identificará o melhor tipo de tratamento.

Adicionalmente, deverá ter em conta que o tratamento poderá fazê-la perder os efeitos de uma aplicação de botox. Já no caso da realização de acupuntura facial combinada com electroestimulação, não poder ser realizada por indivíduos com pacemaker.

 

Planear e investir

O tratamento deve ser feito de forma regular, idealmente uma vez por semana. Os preços variam de local para local, assim como, com o tipo de procedimento.

Na Five Clinic, por exemplo, há valores especiais para pacotes de tratamento. Quanto à consulta inicial de avaliação, tem um valor de 50€. “Os preços variam consoante o modelo de tratamento. Mas é sempre mais barato (e menos evasivo) do que fazer um operação estética”, revela o terapeuta.

O tratamento não exige preparação prévia antes de cada sessão. Deverá apenas ter um estilo de vida saudável que lhe conceda bem-estar físico e mental. Garanta uma alimentação saudável, hábitos equilibrados e prática de exercício físico, afaste-se do álcool e tabaco e tenha cuidado com o stress e ansiedade. Estes são fatores determinantes para o sucesso da prática e para o atingir dos resultados estéticos.

Depois de uma sessão, só foi preciso chegar ao final do dia para perceber que queria repetir. Não somente pelos benefícios para a pele (que, confesso, não foram visíveis de imediato, mas um a dois dias depois) mas também pelo impacto positivo que senti no organismo.

A acupuntura facial deixou-me mais leve, calma, centrada e equilibrada. Em grande parte graças ao trabalho de avaliação e diagnóstico que foi previamente realizado. Também relevante foi a disponibilidade do terapeuta em adaptar a sessão para tratar mais do que as rugas de expressão que teimam em notar-se mais a cada ano que passa.

O melhor de tudo? Não sentimos nenhuma dor nem efeitos secundários.

Brand Story