Menu
Inicio Saúde O que acontece ao organismo quando choro?

O que acontece ao organismo quando choro?

Quer esteja apenas a lacrimejar ou a chorar compulsivamente, a verdade é que há muito para dizer sobre o choro.

Humanos. Um bando de lamechas. “Quando olhamos para a evolução do choro, o que partilhamos com outros mamíferos é um pedido de socorro para colmatar a necessidade de apoio”, explica Ad Vingerhoets, professor de Psicologia da Universidade de Tilburg, na Holanda, e especialista em choro. O ser humano não só produz lágrimas, como continua a chorar durante toda a vida, tanto em momentos mais alegres como noutros menos felizes.

Muro das lamentações

Alguns teóricos duvidam da existência das lágrimas de alegria, porque, possivelmente, nunca viram os seus melhores amigos a dizer o ‘sim’. Investigadores da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, dizem que as lágrimas de felicidade são uma forma de restabelecer o equilíbrio emocional, respondendo a uma emoção extremamente positiva.

Histórias tristes

Então, como é que a imagem de um cachorrinho com apenas três patas nos deixa os olhos cheios de água? Devido à acetilcolina, um neurotransmissor que envia uma mensagem do cérebro às glândulas lacrimais (que se localizam acima das pálpebras), para avisar que as coisas estão a ficar emocionais. A glândula lacrimal produz lágrimas, que circulam em canais que se conectam com o saco lacrimal, antes de caírem nas bochechas. Alguém precisa de um lenço?

Pisca pisca

Pisca os olhos e as lágrimas desaparecem? Nem por isso. Os olhos produzem lágrimas de cada vez que pisca os olhos. Lágrimas basais formam uma película protetora da córnea, sem a qual os olhos ficariam secos. E se ver um filme triste não estimula as suas lágrimas, experimente cortar cebolas. As lágrimas reflexivas contêm um agente antibacteriano denominado lisozima, que ajuda a matar micróbios potencialmente perigosos e impede que invasores externos como pó ou insetos se fixem nos olhos.

Diversão pura

Chorar, por vezes, pode deixá-la a sentir-se muito melhor. No entanto, pode não ser pela razão que pensa. Durante muito tempo pensava-se que as lágrimas continham hormonas do stress, o que sugeria que podia, literalmente, chorar para mandar embora a dor.

“Agora, existem motivos para duvidar desta premissa”, diz Vingerhoets. “Apesar de 50% das pessoas que choram se sentirem bem depois de chorar, pensamos que isso se deve ao apoio emocional que receberam dos seus entes queridos, em vez de ser uma resposta psicológica”. WH


Leia também

Estar todo dia sentada invalida os benefícios do meu treino matinal?

Brand Story