Menu
Inicio Beleza Este acessório de cabelo está repleto de bactérias

Este acessório de cabelo está repleto de bactérias

Se pensa que a carteira que usa diariamente é o único acessório de moda que está repleto de germes, fungos e bactérias – muito por culpa do hábito de a pousar em vários locais, incluindo o chão –, fique a saber que há um outro bem mais contaminado do que pode imaginar.

Se pensa que a carteira que usa diariamente é o único acessório de moda que está repleto de germes, fungos e bactérias – muito por culpa do hábito de a pousar em vários locais, incluindo o chão –, fique a saber que há um outro bem mais contaminado do que pode imaginar.

Tal como os lençóis e a roupa de treino, também o elástico que usa para prender o cabelo é um verdadeiro habitat de ‘intrusos’ indesejados, especialmente se tende a usar o mesmo elástico dia após dia, sem o lavar ou sequer arejar.

O caso pode tornar-se ainda mais grave quando o elástico de cabelo – e quem diz elástico diz fita, bandolete ou qualquer outro acessório para prender e controlar os fios – é usado durante o treino ou em momentos de transpiração.

Muitos elásticos, explica a dermatologista Rachael Nazarian à Women’s Health da Austrália, “absorvem o suor e as bactérias ao longo do dia”, contudo, isso não quer dizer que a pele fique necessariamente afetada, a não ser que o a fita de cabelo, por exemplo, seja usada constantemente e faça algum tipo de fricção com o couro cabeludo.

 

As boas notícias

Lavar frequentemente os acessórios de cabelo e variar entre vários é meio caminho andado para evitar a acumulação de bactérias e os potenciais risco que isso poderá trazer para a saúde da pele e cabelo.

 

+WH: Já agora, sabe o que tem de fazer para acabar com o cabelo frisado?

 

Leia também

https://www.womenshealth.pt/beleza/acne-celulite-queda-cabelo-alimentacao/

Brand Story