Menu
Inicio Treino Abdominais isométricos: três exercícios básicos para os tonificar

Abdominais isométricos: três exercícios básicos para os tonificar

Tome nota porque não lhe vão ocupar muito tempo de treino e podem ser a chave para conseguir finalmente definir o seu abdominal.

A carregar vídeo...

Conseguir uma barriga lisa é um objetivo comum e estipulado por muitas de nós, mas o certo é que, para isso, não basta incluir apenas crunch na nossa rotina diária. Variedade é a chave. Seria encantador ter um six-pack trabalhado como o da Jennifer Lopez ou uns oblíquos definidos como os da Dua Lipa. Mas será que elas conseguiram-no a fazer única e exclusivamente um exercício? Não.

Entre outras coisas manter uma alimentação saudável é um ponto fundamental que irá influenciar a tonificação abdominal. Para perder gordura, incluindo a do abdominal, é essencial que exista um deficit calórico. Aliás, ao perder gordura, perde-a em todo o corpo, e não apenas numa zona do corpo.

Já durante o treino, há algo que não deve ignorar: incluir exercícios de abdominais isométricos. Não só vão ajudar a trabalhar a musculatura abdominal de forma mais precisa, como também vão auxiliar no fortalecimento de outras partes do corpo, especialmente glúteos e costas.

O que são os abdominais isométricos?

Trata-se de exercícios que nos obrigam a manter a tensão muscular abdominal sem contrações nem extensões (pense na prancha). Isto quer dizer que se realizam numa mesma posição, ao contrário de um crunch clássico em que há movimento constante (subida e decida). Para além disso, são acompanhados pela respiração: normalmente a expiração realiza-se quando o exercício exige o máximo de controlo do core, para que desta forma se aproveite totalmente o esforço.

Os exercícios isométricos obrigam-na a permanecer quieta durante uns segundos, no entanto desencadeiam uma grande ativação muscular, o que é bastante benéfico para aumentar a força e resistência. (Pense no trabalho que os seus bicípites fazem quando carrega os sacos de compras).

Que músculos trabalhamos com estes exercícios?

Responder a esta pergunta com “o abdominal” seria algo muito básico, uma vez que este é formado por vários músculos: oblíquos internos e externos, transverso abdominal e reto. São estes os que mais são exercitados, embora, claro, nos abdominais isométricos possam ser envolvidas outras partes do corpo como braços, ombros, pernas e glúteos.

Ponha-os em prática!

Como se fazem os abdominais isométricos? Aqui deixamos-lhe três exercícios básicos, mas essenciais que deve executar no final do seu treino. Veja o vídeo acima e reproduza os movimentos apresentados. Tente manter a posição de cada um pelo menos durante 10 segundos, depois descanse um pouco antes de passar ao exercício seguinte. Também pode optar por executá-los em separado nos seus treinos diários.

Brand Story