Menu
Inicio Uncategorized A ousadia de ser diferente

A ousadia de ser diferente

Mafalda Almeida
A ousadia de ser diferente

Comparar diminui. Digo isto muitas vezes nos processos de Coaching e Mentoria que desenvolvo. Digo-o perante empresários, altos executivos, homens e mulheres, e digo-o a si também. Repito: comparar diminui. Até o digo para mim, que ainda caio bastantes
vezes na tentação de me comparar com as vidas espetaculares de alguns colegas de profissão, amigos, desconhecidos, e conhecidos…

Diga-me a verdade: quando se compara com alguém, está a fazê-lo numa perspetiva de ser igual a essa pessoa? Ou de ultrapassar essa pessoa? Qual o verdadeiro objetivo que todos temos quando nos comparamos com alguém? Lamento informar, mas geralmente o objetivo escondido (e inconsciente, obviamente) nessas comparações que fazemos é um só: diminuir. Repito o que escrevi no início: comparar diminui. Sei que são raríssimas as vezes em que saímos vitoriosos de uma comparação. Geralmente resulta em frustração, sensação de que não somos suficientes. Já lhe aconteceu? A mim sim. E por isso é que por vezes faço um ‘detox’ ao meu instagram, deixando de seguir contas que não me desenvolver enquanto coach, profissional, pessoa, mulher.

Deseja MESMO trabalhar no sentido de ser/ter/fazer a vida de outra pessoa? Em Coaching falamos muito no termo “modelar” alguém. Isto passa por ‘imitar’ o percurso de alguém que admiremos e que nos sirva como exemplo. Passa por fazê-lo… à nossa maneira. Siga os passos de quem admira e de quem demonstra ter sucesso comprovado, inspire-se nessas pessoas. Mas… não caia na tentação de se comparar com elas. E recorde: faça-o à sua maneira.

Neste primeiro artigo de 2020 gostava que todos entendêssemos que temos muito mais
a ganhar com a autenticidade de cada um, com as características pessoais que encontramos em cada um de nós. Evite ser uma cópia de alguém. Seja autêntico/a. Dê sempre o seu melhor à sua maneira. Ser diferente é aquilo que nos caracteriza, que nos destaca. Pense bem: não seria muito mais feliz se assumisse os seus pontos fortes, os seus factores de diferenciação? Não seria muito mais feliz se assumisse as suas imperfeições (que fazem de si um ser tão perfeito!)?

Comece hoje, com pequenos passos. Acredite que o resultado vai ser surpreendente para a sua autoestima, motivação, confiança. Experimente e depois conte-me tudo!

 

A especialista

Mafalda Almeida, Executive & Life Coach, formadora, palestrante, mentora, e autora do livro Veja em si a Melhor Mulher do Mundo.

www.mafaldaalmeida.com | [email protected]
Instagram: @mafalda_almeida_coach
Próximas acções de formação: PICC 360 – Programa Integrado de Coaching e Comunicação 360, com Catarina Castro e Linda Pereira
25.01.2020 e 22.02.2020

Brand Story