Menu
Inicio Uncategorized A influência da saúde oral na performance desportiva

A influência da saúde oral na performance desportiva

Dr. Khaled Kasem
Unsplash
Por Dr. Khaled Kasem, chefe de ortodontia da Impress

 

O mundo do desporto, mais do que um mundo de competição, é feito de momentos de determinação, luta, aprendizagem e de muitos sorrisos. Bem, pelo menos de três: os sorrisos felizes nas vitórias, os mais amarelos nas derrotas, mas, sobretudo, os sorrisos simultaneamente nervosos e otimistas na hora de enfrentar cada desafio. Arrisco-me a dizer que o sorriso faz parte do equipamento de um atleta e é por isso que deve ser igualmente cuidado como se de umas chuteiras de futebol ou de uma raquete de ténis se tratasse. E, ainda que a correlação entre a saúde oral e a prática desportiva não seja a mais óbvia aos olhos do mundo, o próprio ficaria espantado se soubesse como a saúde de um sorriso pode influenciar a performance de um atleta.

Não posso dizer que se não houver um cuidado com a saúde oral de um atleta que este não conseguirá ganhar provas, mas posso garantir que será mais difícil e com maior suscetibilidade a lesões musculares. A máxima de que um atleta é, ou deve ser, saudável tem de ser entendida em pleno, o que significa que se o corpo humano funciona como um todo, na hora de cuidar da sua saúde, não pode descurar nenhuma parte dela. Assim, um atleta saudável é aquele que preza tanto a sua condição física, como mental e que não deixa esquecida a saúde oral.

São vários os estudos que aliam a medicina dentária ao desporto e que me permitem afirmar que uma má saúde oral pode ter efeitos bastante negativos no desempenho dos atletas. Existem várias patologias associadas a uma má condição oral que se podem refletir no desempenho de um atleta, desde as mais preocupantes ao nível da saúde a questões mais relacionadas com estética.

De um modo geral, as dores e o desconforto causados por problemas dentários são suficientes para destabilizar e afetar a concentração do atleta como se de uma dor no joelho se tratasse. No caso de infeções dentárias, estima-se até que estas possam afetar o rendimento do atleta em cerca de 22% sendo que, além das dores, levanta ainda o perigo de afetar articulações e tendões essenciais. Já no que diz respeito à má oclusão, esta é responsável por causar desequilíbrios na articulação e assimetrias musculares que podem condicionar o comportamento de outros músculos.

No âmbito da estética, a saúde de um sorriso vê-se na sua confiança e não há nada como um atleta confiante. Em muitos casos, a insegurança de um sorriso desalinhado ou pouco saudável pode afetar a autoestima de um atleta de tal forma que tenha receio de o mostrar. Quando um atleta aparenta insegurança em mostrar o seu sorriso, transparece para o campo desportivo, e a falta de confiança, essa será sempre o calcanhar de Aquiles de muitos atletas que poderiam ir mais longe.

É fácil de compreender que no meio de um calendário preenchido de treinos e competições, cuidar do sorriso esteja nos últimos lugares da lista de prioridades. Além disso, o desconforto associado a tratamentos ortodônticos pode constituir um entrave para que os atletas, que estão habitualmente muito suscetíveis ao contacto físico e ao perigo do choque, quedas ou de serem atingidos na face, decidam não avançar com o tratamento. Ainda assim, e atendendo às novas soluções que existem no mundo da ortodontia, há alternativas para quem quer ser um atleta de alta categoria com um sorriso de sonho.
São várias as clínicas especializadas, como a Impress, que oferecem aquela que é a melhor opção para que os atletas possam conjugar um tratamento ortodontico com as obrigações de agenda e com o esforço da prática desportiva em que estão envolvidos: o tratamento ortodôntico invisível. Composto por alinhadores invisíveis e removíveis, este tratamento permite aos atletas terem a opção de escolher o que melhor lhe convém e garantir a sua segurança. Os alinhadores permitem que o atleta faça os seus treinos em segurança, não existindo o perigo de se magoar na medida em que, comparativamente aos tratamentos ortodônticos tradicionais, não têm arames que possam ferir e representar um perigo maior. Mas, se preferir, poderá retirá-los durante alguma prova mais física ou exigente e voltar a colocá-los após a prática desportiva.

É verdade que esta opção de tratamento representa uma mais-valia no campo estético ao garantir um tratamento invisível, mas, acima de tudo, vem proporcionar um sorriso saudável. Ao corrigir o posicionamento dos dentes, o atleta está a evitar infeções dentárias estimuladas por bactérias que se alojam nos espaços existentes entre os dentes, além da erosão dentária e da fadiga muscular, as tais patologias que em tanto afetam a performance desportiva. Os alinhadores funcionam como protetores que poupam tempo aos atletas ao providenciarem uma solução favorável à higiene oral, que não exige um acompanhamento frequente com médicos.

No mundo do desporto, é comum existirem “armas secretas” que, de forma inesperada e sorrateira, ajudam o atleta a conquistar a vitória. Neste caso, o tratamento com os alinhadores removíveis não é secreto, mas é invisível, e irá contribuir para aquele que é o sorriso mais importante na vida de um atleta: o sorriso triunfante.

Brand Story