Menu
Inicio Living 9 dicas para a ajudar a superar o fim de uma relação

9 dicas para a ajudar a superar o fim de uma relação

Tentou afastar-se mas o sofrimento só piora? Confira dicas que a podem ajudar.

Apesar de haver amor, passou por situações na relação que a levaram a tomar a decisão de terminar. Reconheceu que era hora de serem ex parceiros/as, mas por vezes sente uma vontade de regressar? A dor sufoca-a de tal maneira, que a única resolução aparentemente possível para que tenha paz, parece ser voltar a pedir-lhe para ficar ao seu lado?

No livro “Ligados” de Amir Levine e Rachel Heller, esta vontade é nomeada de efeito do recuo, um fenómeno comum. “Por muito que seja doloroso estar com um parceiro/a que a maltrata, cortar um laço de vinculação é ainda mais insuportável. Pode entender racionalmente que deveria ir-se embora, mas o seu cérebro emocional poderá não estar ainda preparado para tomar a iniciativa”, escrevem os autores desta publicação, que são psicólogos.

Para além deste fenómeno existe um outro, que nos leva a focar exclusivamente nos momentos bons por forma a conseguir justificação para reverter o ponto final. Esteja atenta e analise se é isto que lhe está a acontecer.

A sua dor é real

Pode ser emocional, mas o seu corpo vive a dor como se fosse algo físico, e há uma explicação para que tal aconteça.

“Os circuitos emocionais que compõem o nosso sistema de vinculação desencorajam-nos a estar sozinhos e cria-se una sensação de dor insuportável quando estamos nessa situação. Estudos descobriram que as mesmas áreas do cérebro que se iluminam nos exames de imagiologia quando partimos uma perna são também ativadas quando nos separamos do nosso companheiro. Como pare da reação a uma separação, o nosso cérebro vivencia a partida de uma figura de vinculação de forma semelhante àquela que regista a dor física”, lê-se no livro ‘Ligados’, no capítulo ‘Quando os estilos de vinculação colidem’.

9 dicas para sobreviver a uma separação

As seguintes estratégias não garantem que de hoje para amanhã todo um cenário cinzento se transforme num arco-íris. Mas são algumas sugestões presentes no livro que a podem auxiliar no processo de superação pós termino.

  1. Pergunte a si mesma como é que é a vida para si no “círculo íntimo”. Se é vista com nobreza ou como o inimigo. Se for inimigo, é hora de ir embora.
  2. Construa uma rede de apoio antecipadamente.
  3. Encontre um lugar seguro e reconfortante para passar as primeiras noites. No início, precisará de todo o apoio que conseguir, a tentação de entrar de recuar é muito forte. Pais, irmãos ou amigos mais próximos podem ajudar a controlar esse impulso.
  4. Preencha as suas necessidades de vinculação de outras formas. Recrute o apoio de pessoas próximas de si e procure distrações como uma massagem, exercício físico e comida saudável e reconfortante. Quanto mais acalmar o seu sistema de vinculação, menos dolorosa será a separação.
  5. Não se envergonhe de ter uma recaída e regressar à “cena do crime”. É obvio que será melhor para si se não mantiver contacto como seu/sua ex, mas, se acabar por o fazer, não se castigue demasiado. Seja compassiva consigo mesma.
  6. Quando estiver a passar por dificuldades, não se culpe. Lembre-se de que a dor é real. As pessoas podem dizer-lhe para parar de sentir pena de si mesma, mas nós sabemos que não é disso que se trata. A dor é real, aceite-a e encontre maneiras de praticar a generosidade para consigo (mime o seu corpo e a sua alma).
  7. Quando se sentir inundada por recordações positivas, peça a um amigo próximo para a chamar à realidade. Lembre-se de que o seu sistema de vinculação está a distorcer a sua perspetiva sobre a relação. Peça a alguém que a relembre de como eram as coisas. Mesmo que por vezes sinta falta das boas memórias, a realidade será lentamente interiorizada.
  8. Escreva todas as razões que a levaram a querer terminar. O seu objetivo é desativar o seu sistema de vinculação. A melhor maneira de o fazer é recordar os momentos da relação em que sofreu. Veja a lista quando os pensamentos positivos começarem a invadir a sua cabeça.
  9. Saiba que, por maior que seja a dor no momento, ela irá passar.

O livro “Ligados” é uma publicação da editora Lua de Papel e encontra-se à venda por 16,90€.

Brand Story