Menu
Inicio Living 7 formas de levar a cabo os objetivos para 2022

7 formas de levar a cabo os objetivos para 2022

Tome nota daquilo que desejou para a sua vida no ano novo. De seguida, seja estratégica na forma como se prepara para por tais objetivos em prática.

Segundo a Associação Americana de Psicologia, 93% da população define resoluções de ano novo. Entre todas, as mais comuns resumem-se a perder peso, treinar mais, comer melhor e poupar mais dinheiro.

Contudo, diz a mesma associação que 45% da população desiste de tais objetivos até fevereiro. Além disso, apenas 19% mantém o foco por um período de dois anos. O motivo? Falta de autocontrolo e organização em relação àquilo que realmente deseja para a própria vida.

Para a ajudar a manter o foco em relação àquilo que se propõe – e certa de que só custará no início – a Women’s Health pretende ajudá-la.

Clarifique e honre os seus valores

Quais são os seus objetivos de vida? O que realmente importa para si? Quer perder peso porque sabe que precisa desta mudança para ser mais saudável ou porque se sente influenciada pela pressão imposta pela sociedade?

Quem é guiado pelos seus próprios valores pessoais mais facilmente se mantém fiel àquilo que se propõe, pois acredita verdadeiramente no que objetiva a si própria.

Foque-se no que lhe importa verdadeiramente e seja consistente em relação aos seus valores.

Enquadre os objetivos propostos à sua vida de forma positiva

…por outras palavras, foque-se no que quer fazer e não no que quer evitar. Comece por pequenas mudanças: em vez de decidir não beber mais álcool, objetive passar a beber mais água com gás nas saídas à noite. Suprimir pensamentos leva-a a despender demasiada energia e a cair em tentação nos momentos mais difíceis.

Além disso, optar pelo lado mais otimista do cenário vai ajudá-la a refletir naquilo com que já se sente feliz e satisfeita. Vários são os estudos que provam que atitudes positivas como a gratidão ajudam-na a lidar de forma mais eficaz com o autocontrolo a longo termo.

Mude o ambiente que a rodeia, para que mudar internamente lhe seja mais fácil

Quem tem maior força de vontade evita mais facilmente tentações que a testem, comprovam várias investigações de foro psicológico. Mas aumentar tal força de vontade pode carecer de uma pequena ajuda: se o seu objetivo é poupar dinheiro, evite ter muitos trocos na carteira. Quer ser mais saudável? Acabe com os M&M’s e com as bolachas de chocolate na secretária do trabalho.

Se os seus colegas de trabalho são os ‘culpados’ por tais snacks em horário laboral, fale-lhes dos seus objetivos, pode ser que se sintam inspirados por si. Leve snacks saudáveis para todos em alguma ocasião especial e faça-lhes ver que uma alimentação mais regrada não tem de ser aborrecida.

Este apoio – por amigos, familiares ou mesmo colegas – é essencial para um maior sucesso no alcance dos seus objetivos. Por isso, procure esta ajuda em grupos com interesses semelhantes aos seus. É de treino que falamos? Junte-se a um grupo de corrida ou vá a alguma aula de grupo no seu ginásio. Pode ser que conheça os seus companheiros neste caminho.

Previna-se com a estratégia do ‘e se’

Até a melhor resolução pode ser posta de lado nos momentos de maior exaustão ou mais trabalho. Para que não deite tudo a perder, o melhor será formular uma série de planos a por em prática quando se deparar com algum obstáculo. Só tem de se antecipar a tais cenários.

Quando lhe apetecer aquele snack a meio da noite, troque a ida ao frigorífico por um momento de leitura daquela revista que é o seu guilty-pleasure. Em alternativa, procure online comunidades que defendam uma alimentação mais saudável. É lá que irá encontrar a inspiração que precisa naquele momento.

A ideia é perspetivar o pior que pode acontecer e preparar-se para quando o momento chegar.

Adote uma abordagem gradual

Não é da noite para o dia que vai conseguir ter sucesso numa mudança de hábitos. Se quer cortar no açúcar, comece por retirá-lo do café, depois limite as sobremesas ao fim de semana. Eventualmente, dará por si a esquecer-se daquilo que outrora lhe era imprescindível.

Aquele muffin parece-lhe mesmo irresistível? Em vez de o negar, comprometa-se a come-lo apenas dali a 10 minutos. Pode ser que, quando o for comer, a vontade já não seja tão grande e se sinta satisfeita com apenas meio muffin. Ou nenhum!

Ficará surpresa quando se der conta do poder que certas pequenas mudanças podem trazer. Cortar os alimentos processados é exemplo de pequena mas bastante relevante mudança a por em prática. Para lá chegar, o caminho passa por esquecer as modas, conhecer cada alimentos e nunca desistir!

Imagine as suas recompensas e aproveite-as

Perspetive a incrível sensação das endorfinas a percorrer o seu corpo após uma corrida; ou então o sol sob o incrível cenário após uma longa caminhada pelas montanhas. Preste atenção às sensações de que irá usufruir: cheiros, sensações, sons, toques e sabores. Visualize todo este cenário ao mais alto nível e trabalhe para o tornar real.

Sim, não é fácil imaginar tudo isto sem nunca o ter experienciado mas, como o tempo, será mais fácil reconhecer as sensações por que já passou e perspetivar aquilo de que pode usufruir…outra vez.

Seja branda consigo mesmo, mesmo nos contratempos

Muitos acreditam que uma atitude menos branda prepara-nos mais eficazmente para a autodisciplina. Contudo, tal leva a que se culpe com maior frequência, o que pode levar a uma atitude derrotista e sensação de falhanço. Tudo isto a fará desistir daquilo a que se propõe.

Em vez disso, opte por uma postura de auto compaixão. Lembre-se que ser humano significa ser imperfeito. Quando falhar, não desista. Tente perceber o que fez de mal, reconheça o erro e mantenha-se forte para o próximo dia.

Não estará mais apta a alcançar as suas resoluções de ano novo se for muito crítica e exigente consigo própria. Em alternativa, escolha ser estratégica nos passos que define no caminho para o seu próprio sucesso.

Brand Story