Menu
Inicio Uncategorized 2021 forecast: afinal, o que é que vamos vestir?

2021 forecast: afinal, o que é que vamos vestir?

Inês Santos Alves
2021 forecast: afinal, o que é que vamos vestir?
Unsplash

POR Inês Santos Alves, Instagram @ ineslisboncover

Com a pandemia e o confinamento e a necessidade que todos – inclusive “a moda” – tivemos de recolhimento e reinvenção este ano, paira aquela pergunta meio estranha:

Como será 2021? (a moda, e o mundo que a influencia tanto).

Em 2020 assistimos à recuperação de fórmulas (leia-se: coordenados) mais confortáveis (vivemos em casa, certo? Trabalhámos, estudámos, treinámos, etc e tal confinados às nossas 4 paredes). Tudo bem. De certeza que isso nos serviu – também – para repensar algumas prioridades, entre tantas outras coisas.

Aquilo que vestimos tem um impacto brutal na forma como nos sentimos e como nos comportamos – é um facto. A moda existe para além das compras. É distinção e naturalidade. “Estar na moda” ou “ser elegante” está muito linkado à personalidade e não exige necessariamente que nos enchamos de roupa – pelo contrário, às vezes só complica.

Para 2021, os designers, obrigados também eles a criar sozinhos dentro de 4 paredes, pararam para pensar: o que é que a moda deverá oferecer no próximo ano? Dividiram-se entre duas propostas: alguns engrandeceram a moda e criaram opções more is more para enfatizar a alegria de nos vestirmos e outros seguiram a mesma linha “conforto” de 2020.

Vestidos bonitos e poderosos, cores fortes, prints praia que nos recordam as férias e os momentos relax fora de casa, e ainda aposta em tons multicolor e geométricos.

Muitos cut-outs, ou seja, cortes em lugares inusitados que tornam as peças mais sensuais (e bonitas!). Caso dos vestidos!

Aqui, as bainhas também mudam: passamos dos mid para os mini vestidos. Voltamos a dar mais foco ao corpo e às formas.

Os básicos mantiveram-se em opções versáteis e conforto – de e para sempre – mas chegam com um twist que lhes dão um toque distinto dentro do clássico. Exemplo: as camisas ganham novas cores vibrantes! Rosa, azul.

Apesar das cores, o look monocromático (preto e branco) é para manter, o denim também, e uma novidade gira para o verão: as camadas. Vestidos sobre calças, túnicas sobre saias, por aí!

Tecidos suaves, leves, esvoaçantes, formas descontraídas, tudo para nos descomplicar a vida!

Ah, e em relação ao calçado: hello, slippers! (sim, sim, os chinelos). E os espadrilhos e as plataformas para a rua.

Tirem notas, arrumem o vosso armário e introduzam as peças que eventualmente possam gostar e vos faltem. De resto, reutilizem! Reutilizem muito.

Brand Story