Menu
Inicio Perder Peso 10 mitos sobre perder peso que têm de acabar

10 mitos sobre perder peso que têm de acabar

Segundo vários especialistas, para realmente perder peso tem de começar a comer mais gordura e hidratos e abdicar destes 10 mitos o quanto antes!

mitos alimentação

Segundo vários especialistas, para realmente perder peso, tem de começar a comer mais gordura e hidratos.

Perder peso não é fácil

Mas pode ser especialmente complicado se continuar a receber conselhos errados. “Faça assim”, “coma isto”, Não coma isto”… Quer esteja a pesquisar na Internet ou a conversar com amigos, não é fácil separar os mitos da realidade, principalmente porque a perda de peso depende muito das necessidades e objetivos individuais.
Assim sendo, para facilitar ao máximo a sua vida, reunimos especialistas para desmascarar o medo da gordura, a ideia de eliminar o glúten e até se o pequeno-almoço é realmente a refeição mais importante do dia. Eis as maiores regras de perda de peso que tem de abdicar o mais depressa possível.

Mito #1

Comer gordura faz ganhar gordura
A gordura tem mais calorias por grama do que hidratos de carbono e proteínas. “E pode ser daqui que surgiu este mito”, afirma Jessica Cording, autora de The Little Book of Game-Changers. E acrescenta: “Quando consome gordura numa refeição ou snack equilibrado e que esteja adequada às suas necessidades calóricas, ajuda a promover a perda e a manutenção do peso”. Exemplos práticos? Tudo o que inclui gorduras saudáveis e insaturadas, como abacate, azeite e nozes.

 

Mito #2

Todas as calorias são iguais
Saber quantas calorias come é muito importante se está a tentar perder peso. “Mas também o tipo de calorias que está a consumir. Uma caloria não é apenas uma caloria”, alerta Cording.
Os macronutrientes, como proteínas, gorduras e hidratos de carbono “fazem coisas diferentes ao corpo e têm funções diferentes”, diz Cording. “Precisamos de uma combinação de todos eles para o corpo funcionar de forma ideal. Duzentas calorias de pão branco farão com que se sinta de uma maneira muito diferente do que se forem 200 calorias de pão integral torrado com manteiga de amêndoa”, Fica a dica.

 

Mito #3

Hidratos de carbono são maus
Tal como a gordura, os hidratos de carbono são uma parte importante de uma alimentação saudável.
“Com moderação, os hidratos fornecem ao corpo a principal fonte de energia e regulam o trato digestivo”, diz a dra. Carolyn Newberry, gastroenterologista da NewYork-Presbyterian e Weill Cornell Medicine (EUA).
É importante ter em conta que existem diferentes tipos de hidratos: simples e complexos. Os hidratos de carbono simples incluem os alimentos processados e podem aumentar o açúcar no sangue e levar ao aumento de peso se exagerar”, explica a dra. Newberry.
Por outro lado, os hidratos complexos, estão presentes em alimentos ricos em nutrientes, como pães integrais, feijões, legumes, aveia e certos vegetais. Além disso, podem ajudar a regular os níveis de açúcar no sangue. “Nem todos os hidratos são maus. Mas é preciso sintonizar a quantidade adequada para si, assim como a qualidade desses hidratos”, aconselha Cording.

 

Mito #4

Comer à noite faz ganhar peso
“Há pessoas que conseguem deixar de comer várias horas antes de dormir. Mas para outras pessoas, isto é uma luta mental e física, pois ficam com fome”, explica Cording. O que acontece? “Tentam fazer a última refeição logo no início da noite. Mas depois acabam sempre por ‘picar’ mais alguma coisa, pois estão com fome”. Mas lá está, isto depende do vai jantar. “Os padrões alimentares noturnos têm sido associados à ingestão excessiva de calorias e escolhas alimentares mais pobres”, diz Newberry. Mas, desde que escolha alimentos saudáveis e bem equilibrados para comer à noite, não tem de ficar preocupada”.

 

Mito #5

O treino compensa uma alimentação desequilibrada
O exercício é uma parte importante para perder peso. Mas pode estragar todo o seu esforço se comer alimentos ricos em calorias e com poucos nutrientes. Exemplos? Snacks processados, carnes fritas e bebidas açucaradas.

“É muito difícil superar uma má alimentação com treino, pois você só consegue queimar algumas calorias de cada vez”

“Comer fast food também não abastece o seu corpo com os nutrientes necessários para uma energia equilibrada”, acrescenta Cording. “Se insiste em comer alimentos que provocam estragos às suas hormonas, o mais certo é ter um impacto negativo na sua energia e capacidade de treinar”, diz.

 

Mito #6

Os suplementos podem ajudar a perder peso
Apesar da ‘propaganda’ de de que certos suplementos a vão ajudar a perder peso, “não existem ainda dados para sugerir que funcionam consistentemente”, alerta Newberry.
Muitos suplementos também não são regulamentados pela Food and Drug Administration (FDA). Assim, é difícil ter certeza de que está realmente a consumir tudo o que está escrito no rótulo.
Também é importante alertar que os suplementos para perda de peso são diferentes dos medicamentos prescritos para perda de peso.

 

Mito #7

O pequeno-almoço é necessário para perder peso
“Tomar o pequeno-almoço não leva automaticamente ao sucesso nos seus esforços para perder peso”, diz Newberry. Comer de manhã pode ajudar a reduzir o apetite para evitar que coma demais no final do dia. “Mas tudo isto resume-se ao número e tipo de calorias ingeridas relativamente ao número total de calorias queimadas no mesmo período de tempo”, salienta. E Cording concorda: “Algumas pessoas não tomam o pequeno-almoço e isso funciona para elas”.

 

Mito #8

Abdicar do glúten ajuda a perder peso
Antes de mais, uma nota WH: o glúten é um tipo de proteína encontrada em certos grãos, como trigo, pouco e centeio.
Exceto para as pessoas com doença celíaca, “o glúten em si não é perigoso. E pode ser encontrado em vários alimentos saudáveis, que também contêm altos níveis de fibras, vitaminas e minerais”, diz Newberry.
Aliás, até pode ganhar peso com uma alimentação sem glúten. Tudo depende do que acaba por comer. “Muitos produtos processados sem glúten contêm níveis mais altos de gorduras e açúcares do que os equivalentes que contêm glúten”, indica a dra. Newberry.

 

Mito #9

Fazer muito cardio é a única maneira de queimar gordura
Ficar muito tempo a correr ou andar de bicicleta pode ajudá-la a queimar gordura. “Mas não é a única maneira, especialmente se odeia esses exercícios. Além disso, vários estudos já provaram que o treino de força também é muito importante”, indica Cording.
Por exemplo, um estudo publicado na revista Obesity acompanhou 249 adultos com excesso de peso ou obesidade que restringiram as calorias e fizeram treino de resistência durante 18 meses.
O resultado? Registaram menos perda muscular e ainda perderam uma quantidade significativa de gordura. O fortalecimento muscular não a deixa apenas tonificada. também estimula o metabolismo e ajuda-a a queimar mais calorias durante o descanso.

 

Mito #10

Alimentos que sabem bem, não são bons
Errado! “Uma alimentação saudável pode ser deliciosa”, diz Cording. “Vegetais sazonais, frutas naturalmente doces, produtos lácteos com baixo teor de gordura e proteínas magras, como feijão, manteiga de amendoim e frutos do mar, são saborosos”, diz Newberry.

 

Artigo via Women’s Health

Brand Story